Busca avançada
Ano de início
Entree

O efeito da música sobre os sintomas psicológicos e comportamentais em idosos com Alzheimer institucionalizados

Processo: 17/01094-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Aline Cristina Martins Gratao
Beneficiário:Larissa Corrêa
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Cognição   Idosos   Saúde do idoso institucionalizado   Musicoterapia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alzheimer | cognição | idoso | musicoterapia | Gerontologia

Resumo

As demências, caracterizadas pela perda das habilidades cognitivas e emocionais, são consideradas um problema de Saúde Pública que interfere na vida diária dos idosos, que tem como principal causa a doença de Alzheimer (DA). Doença que na sua progressão leva a perda da independência e da autonomia do acometido, resultando na necessidade de cuidados ininterruptos, como os oferecidos nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Nesses ambientes é cada vez mais importante a capacitação de profissionais com enfoque não apenas momentâneo, mas que se promova um processo contínuo de atendimento integral e qualificado à saúde do idoso. Dessa forma esta pesquisa objetiva a contribuir na investigação sobre os efeitos da música sobre sintomas psicológicos e comportamentais (SPCD) de idosos com DA institucionalizados, examinar a relação entre o grau da demência dos idosos e a intervenção proposta e oferecer aos profissionais envolvidos com essa população uma ferramenta que poderá contribuir para a melhora da comunicação e interação com esses idosos. Trata-se de um estudo quase experimental, comparando-se as medidas dos SPCD apresentados pelos idosos e parâmetros fisiológicos (frequência e variabilidade cardíaca, e pressão arterial) antes e ao final da intervenção. Além disso, de abordagem qualitativa descritivo exploratória, para avaliar a mudança de expressão facial e a realização de movimentos corpóreos percebidos durante as sessões musicais em idosos moradores de uma Instituição de Longa Permanência de Idoso. Serão planejadas 8 sessões com músicas ligadas ao passado marcante de cada paciente, selecionadas por meio da indicação de um familiar mais próximo do idoso em questão, baseada em melodias, sons e movimentos, trazendo para o presente, lembranças positivas a fim de alcançar efeito benéfico no estado cognitivo e interacional. Espera-se que após as sessões de música representativa da vida do idoso, resultam em efeitos como o aumento do bem-estar do paciente com Alzheimer, aumento da interação entre eles, diminuição da sensação de isolamento, dos níveis de agitação, ansiedade e agressividade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LARISSA CORRÊA; ANA JULIA DE SOUZA CAPARROL; GABRIELA MARTINS; SOFIA CRISTINA IOST PAVARINI; ALINE CRISTINA MARTINS GRATÃO. Efeitos da música nas expressões corporais e faciais e nos sintomas psicológicos e comportamentais de idosos. CADERNOS BRASILEIROS DE TERAPIA OCUPACIONAL-BRAZILIAN JOURNAL OF OCCUPATIONAL THERAPY, v. 28, n. 2, p. 539-553, . (17/01094-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.