Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da multirresistência aos antibióticos de bactérias isoladas de efluente hospitalar e domiciliar: determinação da sobrevida ao tratamento de esgoto e de enzimas inativadoras de antibióticos

Processo: 17/10723-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Susana Segura Muñoz
Beneficiário:Guilherme Sgobbi Zagui
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde pública   Esgotos sanitários   Microbiologia   Farmacorresistência bacteriana   Antibióticos   Estações de tratamento de água   Remoção de contaminantes

Resumo

Antibióticos podem estar presentes no esgoto, pois são excretados pelos fluídos corporais de usuários desses medicamentos e caracterizar este ambiente como seletivo para bactérias multirresistentes. As estações de tratamento de esgoto visam a remoção de contaminantes químicos e microrganismos, no entanto podem representar um reator de troca gênica e favorecer a resistência aos antibióticos e ao tratamento de esgoto empregado. A ²-lactamase de espectro-estendido (ESBL) e a Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) compreendem um grupo de enzimas que degradam potentes antibióticos o que representa um sério problema de saúde pública mundial. Nesse contexto, o presente estudo visa a identificação de bactérias multirresistentes Gram-negativas no esgoto hospitalar e doméstico, bem como a sobrevida das bactérias ao tratamento de esgoto e a determinação fenotípica de ESBL e KPC. O processo de identificação dará pelo isolamento de bactérias em meios Ágar MacConkey, Salmonella-Shigella, Cetremide e TCBS, e por provas bioquímicas dos kits Bactray (Laborclin®). A partir da identificação será realizado o antibiograma com os antibióticos ampicilina, amoxicilina, cefotaxima, cefoxetina, cefpodoxima, ceftazidima, ciprofloxacina, cloranfenicol, ertapenem, gentamicina, imipenem, meropenem, rifampicina, sulfazotrim e tetraciclina. A identificação fenotípica de ESBL e KPC será, respectivamente, pelo método de disco-difusão e teste de Hodge modificado. Espera-se encontrar bactérias da família Enterobacteriaceae, com maior prevalência de Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa resistentes a ²-lactâmicos e carbapenêmicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZAGUI, GUILHERME SGOBBI; DE ANDRADE, LEONARDO NEVES; MOREIRA, NATALIA COLUMBARO; SILVA, THAIS VILELA; MACHADO, GABRIEL PINHEIRO; DA COSTA DARINI, ANA LUCIA; SEGURA-MUNOZ, SUSANA INES. Gram-negative bacteria carrying beta-lactamase encoding genes in hospital and urban wastewater in Brazil. ENVIRONMENTAL MONITORING AND ASSESSMENT, v. 192, n. 6, . (17/10723-0)
G. S. ZAGUI; K. A. A. TONANI; B. M. FREGONESI; G. P. MACHADO; T. V. SILVA; L. N. ANDRADE; D. ANDRADE; S. I. SEGURA-MUÑOZ. Esgoto de hospital terciário como reservatório de bactérias expressando o fenótipo MDR no Brasil. Brazilian Journal of Biology, v. 82, . (17/10723-0)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZAGUI, Guilherme Sgobbi. Avaliação da multirresistência a antibióticos e produção de ESBL e carbapenemases em bacilos gram-negativos de efluente hospitalar e urbano. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.