Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestão Descentralizada e Desigualdades Regionais nas Políticas de Educação e Saúde na Espanha: uma análise comparada com o Brasil

Processo: 17/12677-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 05 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 04 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Daniel Arias Vazquez
Beneficiário:Daniel Arias Vazquez
Anfitrião: Maria Del Carmen Navarro Gomez
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidad Autónoma de Madrid (UAM), Espanha  
Assunto(s):Política de saúde   Política educacional

Resumo

Esta pesquisa analisará as políticas de educação e saúde na Espanha em perspectiva comparada com o Brasil. Durante a realização do estágio de pós-doutorado, as atividades serão concentradas em analisar o caso espanhol, por meio da pesquisa bibliográfica, análise documental, coleta de dados e construção dos indicadores de recursos, oferta e resultados das políticas de educação e saúde. Tendo como unidade de análise as Comunidades Autônomas espanholas - CCAAs, o desempenho da gestão descentralizada será avaliado pela aplicação do modelo da Análise Envoltória de Dados - DEA, cujos resultados nortearão a realização de estudos de casos em quatro CCAAs, correspondentes ao melhor e ao pior desempenhos registrados em cada política, visando identificar os determinantes políticos, administrativos e institucionais locais que explicam os resultados obtidos na gestão descentralizada. Em seguida, a trajetória das desigualdades regionais no período analisado (2000 - 2015) será mensurada pelo cálculo do Coeficiente de Gini. Para realização da análise comparada, o modelo DEA e o cálculo do Gini também serão aplicados para o Brasil, com dados desagregados para os 26 estados da federação, utilizando os mesmos indicadores, a partir dos estudos já realizados pelo autor sobre as políticas de educação e saúde brasileiras (VAZQUEZ, 2011; 2012a; 2012b; 2014). A maior autonomia torna, de fato, os governos locais mais eficientes? Há maior desigualdade regional no modelo autonômico espanhol ou sob a regulação federal brasileira? Estas questões nortearão a realização desta pesquisa, com o intuito de que a comparação entre Brasil e Espanha possa aperfeiçoar os sistemas públicos de educação e saúde nos dois países.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SCHLEGEL, ROGERIO; VAZQUEZ, DANIEL ARIAS. Coercion in Disguise? A Reassessment of Brazilian Education and Health Reforms. JOURNAL OF POLITICS IN LATIN AMERICA, v. 13, n. 2, p. 243-268, AUG 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.