Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência antimicrobiana e potencial de virulência de bactérias estafilocócicas isoladas de lesões em pés de pacientes com diabetes

Processo: 17/08752-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Cristina da Silva Pranchevicius
Beneficiário:Valéria Christiane da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus   Ferimentos e lesões   Staphylococcus saprophyticus   Staphylococcus epidermidis   Farmacorresistência bacteriana   Virulência

Resumo

A Diabetes é uma desordem crônica que afeta um grande segmento da população. Portanto, é considerada um importante problema de saúde pública. Aproximadamente, um quarto das pessoas com diabetes desenvolverá uma úlcera durante sua vida e metade dessas úlceras desenvolverá uma infecção. Essas lesões apresentam características polimicrobianas, o que facilita a transferência genética horizontal e o desenvolvimento de muitas linhagens multirresistentes. Além disso, os organismos específicos encontrados nas infecções dos pés diabéticos podem ser diferirem não somente de paciente para paciente e hospital para hospital, mas também de uma parte para outra do país. Neste estudo, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis e Staphylococcus saprophyticus isolados de úlceras de pé diabéticos serão identificados, genotipados e analisados quanto aos fatores de virulência e ao perfil de resistência antimicrobiana. A relação genética entre isolados será avaliada por multilocus sequence typing (MLST) e PCR será aplicada para a detecção dos genes de virulência e de resistência antimicrobiana. Considerando que estudos sobre a caracterização molecular das cepas bacterianas multirresistentes são ainda incipientes em nosso país, o objetivo deste estudo é fornecer um melhor entendimento dos mecanismos de resistência adquirida a multidrogas e dos padrões de virulência produzidas pelos Estafilococos. Nossos resultados também contribuirão para delinear a disseminação desses genes, no qual fornecerá um impacto positivo na pratica clínica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)