Busca avançada
Ano de início
Entree

Interfaces da superdotação e o bullying no contexto escolar

Processo: 16/21672-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Carina Alexandra Rondini
Beneficiário:Alex Almeida da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Educação para superdotados   Superdotados   Bullying   Mitos

Resumo

O estudante com altas habilidades/superdotação, apresenta um elevado potencial e envolvimento com alguma área do conhecimento humano que pode ser intelectual, acadêmica, criativo, social, talento especial e psicomotor. O superdotado, pode vir a apresentar um grande potencial em uma dessas áreas e um baixo desempenho em outras. Acreditar que o estudante com altas habilidades é bom em tudo, associa-lo a ter um QI alto ou acreditar que ele deva ser psicologicamente bem estruturado são preconceitos que cercam o tema. O bullying se revela através de ações violentas contra um mesmo indivíduo e de maneira constante. O alvo do bullying sofre danos físicos e psicológicos, que influenciam diretamente seu desempenho escolar assim como a sua relação com amigos, familiares e a comunidade que o cerca, desenvolvendo um sentimento de exclusão social. Aqueles que sofrem com o bullying tendem a desenvolver os seguintes aspectos: desinteresse pela escola, baixa estima, baixa na resistência imunológica, stress, sintomas psicossomáticos e transtornos psicológicos. Este projeto tem por objetivo analisar as interfaces entre a superdotação e o bullying dentro do contexto escolar a partir dos mitos e preconceitos em torno das altas habilidades. Identificar os mitos em torno dos estudantes com altas habilidades e ver se os preconceitos se transfiguram em violência, o superdotado pode vir a ser vítima e/ou agressor. Ao mesmo tempo será feito um debate sobre as raízes do bullying, no sentido de descobrir a influência que o contexto social exerce nas agressões dentro da escola. O estudo será realizado por meio de levantamento bibliográfico e de pesquisa qualitativa, realizada com o auxílio de entrevistas gravadas com estudantes já identificados como altas habilidades/superdotação e que frequentam o CEDET (Centro para o Desenvolvimento do Potencial e Talento), localizado em um município do interior do estado de São Paulo. Os informantes serão compostos por doze estudantes do ensino fundamental II, sendo seis meninas e seis meninos. Após a realização da pesquisa e sua finalização, os dados deverão ser socializados com os diversos segmentos que formam o espaço do CEDET. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Alex Almeida da. As interfaces entre a superdotação e o bullying no contexto escolar. 2018. 96 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.