Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de blendas biodegradáveis poli(ácido lático)/poli(3-hidroxibutirato-co-valerato) funcionalizadas com aditivos antimicrobianos nanométricos

Processo: 17/09007-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Francys Kley Vieira Moreira
Beneficiário:Guilherme Castro Dela Corte
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biodegradação   Nanotecnologia   Embalagens plásticas   Embalagens de alimentos

Resumo

A indústria de alimentos procura alternativas ao uso de plásticos não biodegradáveis para embalagens, levando também em consideração fatores de manutenção de qualidade, vida de prateleira e segurança dos alimentos. Poli(ácido lático) (PLA), poli(3-hidroxibutirato) (PHB) e poli(3-hidroxibutirato-co-valerato) (PHBV) são polímeros biodegradáveis advindos de processos químicos de baixo impacto ambiental que utilizam fontes vegetais renováveis. A incorporação de agentes antifúngicos e bactericidas a esses polímeros oferecem vantagens e desvantagens, a saber, funcionalização e criação de uma embalagem ativa antimicrobiana e diminuição das propriedades mecânicas e térmicas do plástico, respectivamente. Quando extrudados conjuntamente na forma de uma blenda, o PLA e o PHB podem alcançar propriedades melhores por sinergia do que quando são processados individualmente. Este projeto busca desenvolver plásticos antimicrobianos a partir da blenda PLA/PHBV mediante incorporação de diferentes concentrações de nanopartículas de ácido sórbico e sorbato de potássio, dois aditivos antimicrobianos de amplo uso na indústria de alimentos. Os antimicrobianos miniaturizados à escala nanométrica por tratamento ultrassônico seguido de spray drying e posteriormente incorporados na blenda PLA/PHBV por extrusão. Os plásticos serão caracterizados por teste de difusão em meio agar, análise térmica dinâmico mecânica (DMTA), microscopia eletrônica de varredura (MEV), testes de tração, determinação de propriedades ópticas e testes de biodegradação. É esperado atingir uma descrição do efeito da miniaturização do ácido sórbico e sorbato de potássio sobre o comportamento de plásticos PLA/PHBV para aplicações como embalagem, na agricultura e na área de biomateriais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)