Busca avançada
Ano de início
Entree

Negligência emocional e suas consequências para o desenvolvimento socioemocional de adolescentes

Processo: 17/02654-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Elizabeth Joan Barham
Beneficiário:Thalita Nicolau Freire
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Habilidades sociais   Maus-tratos   Empatia   Negligência   Desenvolvimento emocional

Resumo

A negligência emocional parental é um tipo de maus-tratos que tem ganhado atenção recentemente por parecer ter consequências amplas e de longo prazo no desenvolvimento infantil. Porém, há poucas evidências disponíveis que permitem especificar a relação entre negligência emocional parental e diferentes indicadores de desenvolvimento. Levando em consideração sua topografia, foram levantadas as hipóteses de que histórico de negligência emocional tenha efeito no estilo de apego do adolescente, em sua capacidade de empatia e em suas habilidades de regulação emocional. Caso essa hipótese esteja correta, deveriam existir correlações entre essas variáveis. Assim, essas variáveis serão avaliadas em aproximadamente 80 adolescentes, utilizando três instrumentos: (a) o Questionário sobre Traumas na Infância, para identificar o nível de negligência emocional que os adolescentes relatam ter sofrido na infância; (b) o Inventário de Vinculação na Adolescência, para avaliar o estilo de apego do adolescente com pais e pares e (c) o Inventário de Habilidades Sociais para Adolescentes - Del Prette, que, dentre outras habilidades, avalia a capacidade de agir de forma empática e de regular emoções. Depois de verificar a normalidade da distribuição dos scores para cada variável, a força da relação entre elas será avaliada por meio do índice de correlação de Pearson (dados paramétricos) ou de Spearman (dados não paramétricos), para determinar se as hipóteses devem ser rejeitadas ou não. Se houver relação significante entre as variáveis, o estudo confirmará a importância de programas de intervenção para prevenção da negligência emocional e a importância dos esforços para identificar crianças que sofrem negligência emocional. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)