Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento da liga Ti-15Zr-15Mo-1Ag para aplicações como implantes metálicos biofuncionais

Processo: 16/25272-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Diego Rafael Nespeque Correa
Beneficiário:Jhuliene Elen Torrento
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Ligas de titânio   Prata   Biomateriais   Biomateriais metálicos   Módulo de elasticidade   Dureza

Resumo

Titânio e suas ligas têm sido muito empregados como biomateriais, em especial como substitutos de tecidos duros em ortopedia e odontologia. A combinação de elevada resistência mecânica, baixa densidade, boa resistência à corrosão e comprovada biocompatibilidade, faz com as ligas de titânio tenham uma melhor adaptação com tecidos ósseos quando comparado ao aço inoxidável 316L e as ligas de Co-Cr. A liga Ti-6Al-4V, desenvolvida pela indústria aeronáutica, ainda é muito empregada como implantes biomédicos, apesar do potencial tóxico dos íons de alumínio e vanádio. Além disso, o desenvolvimento de novos materiais para implantes tem requerido um baixo módulo de elasticidade, para evitar o efeito de blindagem óssea. A partir de estudos preliminares do grupo sobre o desenvolvimento de novas ligas biomédicas de titânio com baixo módulo de elasticidade e com elementos de liga não tóxicos, foi desenvolvida a liga Ti-15Zr-15Mo. Esta liga demonstrou possuir baixo módulo de elasticidade, boas propriedades mecânicas, resistência à tribocorrosão e biocompatibilidade. Atualmente, pesquisas têm focado no processamento de materiais biofuncionais para implantes biomédicos, adicionando elementos que incentivem a regeneração óssea e evitem infecção bacteriana. A prata (Ag) é um elemento ²-estabilizador eutetóide, reconhecido pelo sua ação antibacteriana, podendo melhorar a resistência mecânica e diminuir o módulo de elasticidade. Este projeto visa adicionar um pequeno teor de prata (em torno de 1 %p) na liga Ti-15Zr-15Mo e verificar o seu efeito na estrutura cristalina, microestrutura, microdureza Vickers e módulo de elasticidade, com o intuito de adicionar um potencial efeito antibacteriano em sua composição. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TORRENTO, J. E.; GRANDINI, C. R.; SOUSA, T. S. P.; ROCHA, L. A.; GONCALVES, T. M.; SOTTOVIA, L.; RANGEL, E. C.; CRUZ, N. C.; CORREA, D. R. N. Bulk and surface design of MAO-treated Ti-15Zr-15Mo-Ag alloys for potential use as biofunctional implants. Materials Letters, v. 269, JUN 15 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.