Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito protetor do flúor associado ao polímero bioadesivo carbopol no desenvolvimento do desgaste erosivo

Processo: 15/19585-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Alessandra Buhler Borges
Beneficiário:Daniele Mara da Silva Ávila Nogueira
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Microdureza   Esmalte dentário   Dentística   Erosão dentária   Fluoreto de sódio   Polímeros (materiais)   Perfilometria

Resumo

O objetivo desta proposta será avaliar o potencial protetor de soluções fluoretadas, bem como sua associação ao polímero Carbopol no controle do desgaste erosivo do esmalte. A proposta será dividida em duas etapas. A primeira etapa será um estudo in vitro no qual será testada a associação do polímero Carbopol 980 ao Fluoreto de sódio (NaF) e Fluoreto de Sódio mais Cloreto de Estanho (NaF + Sn) quanto ao efeito remineralizante e protetor contra a erosão inicial, na presença da película adquirida. Espécimes em esmalte bovino polido serão desmineralizados com ácido cítrico a 0,3% (pH 2,6) por 2 min (n=15 para cada grupo). Os espécimes serão imersos em saliva humana por 2h para formação da película adquirida e será então realizado o tratamento com as soluções experimentais por 2 min [NaF (500 ppm F), NaF + Carbopol 980, NaF + Sn (500 ppm F + 800 ppm Sn), NaF + Sn + Carbopol 980, água deionizada (controle negativo) e solução comercial (Elmex - controle positivo]. Será então realizada nova imersão em saliva humana (2 h) para remineralização, seguida por novo desafio ácido. A microdureza Knoop será medida em diferentes tempos: inicial, após o primeiro desafio ácido, após a remineralização e após o segundo desafio ácido e então será calculado o potencial remineralizante e protetor das associações. Será ainda realizada uma nova imersão nas soluções-teste para mensuração do fluoreto solúvel em álcali da superfície do esmalte. A segunda etapa será um estudo in situ, realizado com as soluções experimentais que apresentarem o maior potencial protetor no estudo in vitro. Para tal, os espécimes em esmalte bovino serão divididos em três grupos (n=52): solução fluoretada - controle positivo, solução fluoretada associada ao Carbopol 980 e água deionizada - controle negativo. Será testado um modelo in situ em 3 fases. Treze voluntários participarão do estudo após assinarem um termo de consentimento livre e esclarecido. Em cada fase, os voluntários usarão um dispositivo palatal contendo 4 espécimes cada, sendo que dois serão submetidos a um ciclo de erosão e remineralização por 5 dias, que consistirá na imersão extra oral dos dispositivos palatais em ácido cítrico 0,3% (pH 2,6) por 2 min, 4x/dia, com intervalos de 1 h de exposição a saliva, in situ, entre os desafios. O tratamento com as soluções será realizado extra oralmente, 2x/dia, por 1 min, 30 min de exposição à saliva in situ após o primeiro e o último desafio erosivo. Os outros dois espécimes serão submetidos à erosão/abrasão/remineralização, sendo a abrasão realizada 2x/dia, por 15 s com a escova elétrica ativa sobre os espécimes, antes dos tratamentos diários com as soluções e a erosão/remineralização conforme descrito. Ao final do experimento, a perda superficial (em µm) dos espécimes será avaliada por perfilometria. Os dados de perda de superfície dos espécimes de cada voluntário, em cada fase, serão submetidos à análise estatística apropriada, considerando-se o nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AVILA, DANIELE MARA DA SILVA; AUGUSTO, MARINA GULLO; ZANATTA, RAYSSA FERREIRA; SCARAMUCCI, TAIS; AOKI, IDALINA VIEIRA; TORRES, CARLOS ROCHA GOMES; BORGES, ALESSANDRA BUHLER. Enhancing the Anti-Erosive Properties of Fluoride and Stannous with the Polymer Carbopol. Caries Research, v. 54, n. 3, p. 250-257, OCT 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NOGUEIRA, Daniele Mara da Silva Ávila. Avaliação do efeito protetor de fluoretos associados ao polímero bioadesivo carbopol no desgaste erosivo. 2018. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Ciência e Tecnologia. São José dos Campos São José dos Campos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.