Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação da resolvina D1 no controle da Leishmania infantum chagasi e na produção de óxido nítrico: in vitro

Processo: 16/19374-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Fernanda de Freitas Anibal
Beneficiário:Letícia Gonçalves Ortolani
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmaniose visceral   Macrófagos   Leishmania infantum   Óxido nítrico

Resumo

Doenças Negligenciadas compõem um grupo de doenças causadas por agentes infecciosos ou parasitas, sendo a Leishmaniose um de seus expoentes. A forma visceral, mais grave, possui alguns medicamentos que são utilizados para seu tratamento, mas as taxas de recidiva e de letalidade ainda são altas, além dos efeitos colaterais severos. Pesquisas realizadas com mediadores químicos lipídicos endogenamente biossintetizados como as resolvinas demonstraram atividade pró-resolução; dessa forma, como não há estudos mais amplos sobre os efeitos da resolvina em protozooses, este projeto tem como objetivo avaliar a participação da RvD1 no controle da Leishmania infantum chagasi e na produção de óxido nítrico durante a infecção experimental em macrófagos, in vitro. A RvD1 que será utilizada na pesquisa foi gentilmente cedida pelo Profº Dr. Alexandre de Paula Rogério da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), em parceria com o Profº Dr. Bruce David Levy da Universidade de Harvard (EUA). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)