Busca avançada
Ano de início
Entree

Autopercepção da saúde bucal, força máxima de mordida e eficiência mastigatória de portadores de overdentures com diferentes sistemas de encaixe

Processo: 16/17688-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:João Neudenir Arioli Filho
Beneficiário:Amanda Laísa de Oliveira Lima
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Prótese total   Implantes dentários   Força de mordida   Mastigação   Ósseointegração
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Força de mordida | implantes dentários | Mastigação | Prótese Total | Prótese Dentária

Resumo

Grande parte dos pacientes reabilitados com próteses totais convencionais se sentem insatisfeitos em consequência à problemas com a retenção e estabilidade, principalmente quando refere-se a inferior. Uma opção de tratamento satisfatória para adquirir o reestabelecimento da função tem sido a utilização de próteses totais removíveis suportadas por implantes (overdentures), que podem ser conectadas a estes através de diferentes sistemas de encaixe. Os objetivos do projeto são avaliar o efeito da reabilitação com dois diferentes sistemas de encaixes (O'ring e Locator) para overdenture mandibular sobre a autopercepção da saúde bucal, qualidade de vida, força máxima de mordida e eficiência mastigatória de usuários de próteses totais duplas, sendo a inferior retida por apenas um implante osseointegrado. Para avaliar o impacto da saúde bucal na qualidade de vida e a autopercepção da saúde bucal destes pacientes serão utilizados os questionários Ohip-Edent e GOHAI respectivamente. Contudo, para a avaliação da força de mordida será utilizado um gnatodinamômetro; por meio da mastigação de cubos de silicone de condensação densa, e amêndoas (30 ciclos, 40 ciclos e até o paciente se sentir pronto a engolir) será avaliado a eficiência mastigatória. Para interpretação dos resultados serão realizadas análises estatísticas tomando-se como variáveis os tipos de reabilitação e número de ciclos mastigatórios. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Amanda Laísa de Oliveira. Autopercepção da saúde bucal, força máxima de mordida e eficiência mastigatória de portadores de overdentures com diferentes sistemas de encaixe. 2018. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Odontologia. Araraquara Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.