Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de neoantígenos associados à transição epitélio-mesenquimal como potenciais alvos imunoterapêuticos

Processo: 16/19307-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 08 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Heidge Fukumasu
Beneficiário:Pedro Ratto Lisboa Pires
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/02493-7 - Neoplasias mamárias de cadelas e a teoria das células-tronco cancerosas: uma abordagem comparada e translacional, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):18/06217-5 - Desenvolvimento de um modelo para predição de neoantígenos MHC-I na espécie canina em células cancerosas., BE.EP.PD
Assunto(s):Imunoterapia   Metástase   Neoplasias   Oncologia

Resumo

O câncer faz parte de um grupo de doenças com grande preocupação na medicina ocupando uma posição importante dentro da pesquisa científica humana e veterinária. Em 2012 mais de 14 milhões de pessoas vieram a óbito em virtude de diferentes tipos de câncer, e estima-se que este número supere 20 milhões em 2025. Na espécie canina, o câncer é responsável por cerca de 50% dos óbitos em animais com idade acima de 10 anos de idade, sendo neoplasias mamárias as mais frequentes, correspondendo a 52% dos casos de neoplasias. A oncologia veterinária tem menor expressão quando comparada à humana, porém ao longo dos últimos anos o número de pesquisas visando alvos terapêuticos para diagnósticos e prognósticos de cânceres em animais tem aumentado sensivelmente. A imunoterapia é uma abordagem terapêutica que pode induzir o sistema imunológico a combater células cancerosas. Abordagens mais recentes buscam aumentar a antigenicidade de vacinas imunoterápicas induzindo respostas imunes específicas com a utilização de neoantígenos. Neste projeto temos como foco o estudo de neoantígenos expostos pelo complexo principal de histocompatibilidade (MHC1) em células cancerosas. Sendo assim, o projeto tem como objetivo caracterizar uma metodologia para identificar potenciais alvos imunoterapêuticos a partir da detecção de neoantígenos associados ao processo de transição epitélio-mesenquimal no modelo murino e canino. A utilização destes neoantígenos como marcadores moleculares implicam em um entendimento maior da biologia do câncer, permitindo evolução para diagnósticos, prognósticos e terapias para estas neoplasias mamárias em cães e humanos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)