Busca avançada
Ano de início
Entree

O atendimento a crianças, adolescentes e suas famílias envolvidas na violência: o olhar do Paradigma da Complexidade.

Processo: 16/18467-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Maria das Graças Bomfim de Carvalho
Beneficiário:Benedito Elson da Silva
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/24069-5 - O atendimento a crianças, adolescentes e suas famílias envolvidas na violência: o olhar do paradigma da complexidade, AP.R
Assunto(s):Crianças   Adolescentes

Resumo

A violência intrafamiliar contra crianças e adolescentes ainda representa um grande desafio para o setor da saúde e demais setores de proteção a esses atores, pois o reconhecimento e o acompanhamento dos eventos são dificultados por fatores de ordem social, emocional, psicológica e cultural, bem como pela falta de orientação dos usuários e dos profissionais dos serviços envolvidos, que têm receio em enfrentar os desdobramentos posteriores. O Núcleo de Estudos, Ensino e Pesquisa do Programa de Assistência Primária à Saúde Escolar (PROASE), que vem estudando a violência contra a criança e o adolescente há mais de 10 anos, compreende que houve uma discussão ampla sobre o tema, com achados que indicam: (i) a não apropriação do fenômeno, em sua totalidade, pela saúde; (ii) a fragmentação das ações e políticas públicas direcionadas a essas famílias; e (iii) a fragilidade ou a ausência de atuação interdisciplinar, interinstitucional e intersetorial. Nesse contexto, o objetivo geral do presente estudo é contribuir para a compreensão do atendimento a crianças, adolescentes e suas famílias envolvidas na violência, sob a ótica destes atores e dos profissionais do setor de assistência social. Trata-se de pesquisa qualitativa, sendo o referencial teórico e metodológico ancorado pelo Paradigma da Complexidade. Como técnicas de coleta de dados serão utilizados a pesquisa documental, as entrevistas semiestruturadas, os grupos focais, os Mapas Mínimos da Rede Pessoal Social e a observação participante. A violência pode ser compreendida como um fenômeno a ser vislumbrado pelo setor da saúde, com respeito ao critério da multidimensionalidade que lhe é inerente. Assim, a violência, seus fatores, suas consequências e seus impactos estão estreitamente relacionados com a saúde e, por conseguinte, ao cuidado em Enfermagem.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)