Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do desenvolvimento fetal em ratas prenhes expostas durante a gestação à fumaça do crack: estudo toxicológico materno-fetal

Processo: 16/17050-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Isis Machado Hueza
Beneficiário:Evelyn Martins Souza Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Gravidez   Desenvolvimento fetal   Troca materno-fetal   Cocaína crack   Teratogênese   Análise toxicológica   Modelos animais de doenças

Resumo

Atualmente, tem se observado um aumento no número de mulheres usuárias do crack, que para garantir seu uso constante, trocam a prática sexual pela droga; e mesmo quando engravidam, continuam com o uso compulsivo deste entorpecente. Em usuárias gestantes, a avaliação dos efeitos tóxicos do crack sobre o feto é de difícil mensuração devido muitas vezes à associação do uso de outras drogas ou fatores como desnutrição e estresse social. Assim, o modelo animal é de imprescindível contribuição científica. Para tal, o presente estudo dará continuidade ao projeto anteriormente aprovado pela Fapesp (proc. 2012/24550-7) visando avaliar os efeitos perinatais maternos e fetais da exposição de ratas gestantes à fumaça do crack. Serão utilizadas ratas Wistar gestantes divididas em 4 grupos iguais (n=10/grupo). Um grupo experimental (CK) exposto à droga; um grupo controle (Co) submetido às mesmas condições da queima da droga em aparato desenvolvido para tal; um grupo controle do controle (CC) e um grupo pair-fed (PF) que receberá apenas a mesma quantidade de alimento que o grupo CK, uma vez que a droga possui efeito anorexígeno, possibilitando, desta forma, averiguar de fato os efeitos tóxicos não relacionados à desnutrição. Será realizada análise de parâmetros maternos (peso e ganho de peso, número de reabsorções, número de corpos lúteos etc) e parâmetros fetais (peso, morfologia, avaliação óssea e visceral etc), conforme protocolos clássicos de teratogenicidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA-SILVA, E. M.; ALVES, R. B.; SIMON, K. A.; HUEZA, I. M.. Crack cocaine smoke on pregnant rats: Maternal evaluation and teratogenic effect. HUMAN & EXPERIMENTAL TOXICOLOGY, v. 39, n. 4, . (16/17050-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.