Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de método para avaliação da integridade do epitélio de mucosa oral para estudos de permeação

Processo: 16/14630-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Michelle Franz Montan Braga Leite
Beneficiário:Gabriela Gama Xavier Augusto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/06974-4 - Estudos de desenvolvimento, biocompatibilidade e permeação de formulações em gel de anestésicos locais associados a nanocápsulas de poli-epsilon-caprolactona, AP.JP
Assunto(s):Anestesiologia   Farmacologia   Mucosa bucal   Epitélio bucal   Avaliação terapêutica   Permeação em gel   Técnicas in vitro

Resumo

Ensaios de permeação in vitro geralmente são conduzidos para avaliar formulações tópicas para uso em pele ou mucosa. Para este tipo de experimento, comumente são utilizados tecidos suínos como modelos de barreira, devido à sua elevada similaridade com os tecidos equivalentes humanos. Quando o foco é aplicação em mucosa oral, o epitélio de mucosa jugal ou de esôfago de porco são os modelos mais utilizados. No entanto, ainda não está bem estabelecido na literatura as condições ideais de preparo, armazenamento e avaliação da integridade. Desta forma, os objetivos deste estudo são padronizar um método de avaliação da integridade dos epitélios de mucosa de esôfago e jugal através do uso de medidas de resistividade; comparar o integridade desses epitélios separados por dois métodos de preparo descritos na literatura; comparar a permeabilidade desses epitélios frescos e submetidos ao congelamento a fim de se confirmar a intercambialidade desses tecidos para ensaios de permeação in vitro através de mucosa oral, bem como confirmar a possibilidade do uso de tecidos submetidos ao congelamento. Para isso, os epitélios serão separados da mucosa de esôfago e jugal por dois métodos diferentes, para então, serem posicionados em células de difusão vertical do tipo Franz preenchidas com saliva artificial nos compartimentos doador e receptor. Eletrodos de Ag/AgCl, serão posicionados nos dois compartimentos, em contato com um gerador de sinal e um multímetro digital. Será avaliada a distribuição e homogeneidade dos dados para a escolha do teste estatístico mais apropriado, com nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACENA DE ARAUJO, JAIZA SAMARA; VOLPATO, MARIA CRISTINA; MUNIZ, BRUNO VILELA; AUGUSTO XAVIER, GABRIELA GAMA; MAIA MARTINELLI, CLAUDIA CRISTINA; VIANNA LOPEZ, RENATA FONSECA; GROPPO, FRANCISCO CARLOS; FRANZ-MONTAN, MICHELLE. Resistivity Technique for the Evaluation of the Integrity of Buccal and Esophageal Epithelium Mucosa for In Vitro Permeation Studies: Swine Buccal and Esophageal Mucosa Barrier Models. PHARMACEUTICS, v. 13, n. 5, . (11/23475-9, 12/06974-4, 16/14630-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.