Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da taxa de resfriamento na microestrutura de ligas de alta entropia do sistema AlxCoFeCrNiBy

Processo: 16/12601-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Guilherme Zepon
Beneficiário:Vítor Ramos Ferrari
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/05987-8 - Processamento e caracterização de ligas metálicas amorfas, metaestáveis e nano-estruturadas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):17/21114-5 - Estudo e caracterização da formação de fase e estabilidade em uma liga de alta entropia AlCoCrFeNiB0.1, BE.EP.IC
Assunto(s):Ligas de alta entropia   Microestruturas   Resfriamento

Resumo

Ligas de alta entropia (LAE) pertencem a uma nova classe de ligas cujas composições são baseadas em pelo menos cinco elementos majoritários. Como resultado desta mistura de elementos, tem-se o efeito destacado da elevada entropia de mistura, que possibilita a formação de soluções sólidas multicomponentes, as quais, geralmente, apresentam estruturas cristalinas simples. LAE tem despertado o interesse de pesquisadores de todo o mundo devido suas características microestruturais e pela vasta gama de propriedades. Dentre as propriedades que vem sendo reportadas, algumas LAE se destacam pelas elevadas propriedades de resistência ao desgaste. O grupo de pesquisa do DEMa/UFSCar vem se dedicando nos últimos anos ao desenvolvimento de ligas para aplicação como revestimentos que possuam ao mesmo tempo elevada resistência ao desgaste e à corrosão. Os processos usualmente empregados na aplicação de revestimentos metálicos envolvem, normalmente, a solidificação rápida das ligas. Baseado nisso, este projeto de iniciação científica propõe um estudo do efeito da taxa de resfriamento na evolução microestrutural de LAE do sistema AlxCoFeCrNiBy com pequenos teores de boro. A adição de pequenos teores de boro na composição da LAE favorece a formação de boretos duros, os quais são reportados como sendo extremamente benéficos para a resistência ao desgaste das ligas. Desse modo, este trabalho propõe a avaliação do efeito da taxa de resfriamento durante a solidificação das ligas tanto na formação das fases de alta entropia como na fração, distribuição e morfologia dos boretos formados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERRARI, V; WOLF, W.; ZEPON, G.; COURY, F. G.; KAUFMAN, M. J.; BOLFARINI, C.; KIMINAMI, C. S.; BOTTA, W. J.. Effect of boron addition on the solidification sequence and microstructure of AlCoCrFeNi alloys. Journal of Alloys and Compounds, v. 775, p. 1235-1243, . (13/05987-8, 16/12601-7, 17/21114-5)
BERGER, J. E.; JORGE JR, A. M.; KOGA, G. Y.; ROCHE, V.; KIMINAMI, C. S.; BOLFARINI, C.; BOTTA, W. J.. Influence of chromium concentration and partial crystallization on the corrosion resistance of FeCrNiB amorphous alloys. MATERIALS CHARACTERIZATION, v. 179, . (17/21114-5, 16/12601-7, 13/05987-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.