Busca avançada
Ano de início
Entree

A INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO FÍSICO EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS TRATADOS COM DEXAMETASONA: CONTRIBUIÇÃO DOS MICRORNAs

Processo: 16/12532-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Sandra Lia do Amaral Cardoso
Beneficiário:Naiara Araújo Herrera
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/06998-7 - Treinamento físico previne rarefação induzida por dexametasona: papel da mitocôndria, BE.EP.DR
Assunto(s):Exercício físico   Glucocorticoides   Pressão sanguínea   Fisiologia do exercício

Resumo

A hipertensão arterial (HA) é uma doença multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial (PA) que pode ser dividida em HA primária e secundária. A dexametasona (DEX) é um glicocorticoide sintético, cujo uso crônico pode desencadear HA. O uso de DEX em ratos espontaneamente hipertensos (SHR) pode aumentar o risco de mortalidade pela hipertensão exacerbação. A rarefação da microcirculação está presente tanto na HA primária como na induzida por DEX e está associada com alterações nas vias angiogênicas e apoptóticas. Mais recentemente, os miRNAs vêm ganhando visibilidade e sendo considerados importantes na determinação da gênese da hipertensão espontânea, contudo, seu papel na HA induzida pela DEX em SHR ainda não foi investigado. Inversamente, o treinamento físico (TF) tem sido recomendado como co-adjuvante no tratamento da HA. Assim, o objetivo do presente estudo será investigar se o TF é capaz de atenuar aumento da PA em SHR tratados com DEX e se esse efeito está associado às alterações na expressão dos miRNAs relacionadas a microcirculação. Ratos normotensos (Wistar) e hipertensos (SHR) serão submetidos a 8 semanas de TF em esteira (60% da capacidade máxima, 5 dias por semana, 1 hora por dia) ou mantidos sedentários. Durante 14 dias, após as 8 semanas de TF, os animais serão tratados com DEX (50µg/kg de peso corporal por dia, s.c.) ou salina. A PA e o enrijecimento arterial serão aferidos após o tratamento com DEX. Posteriormente, o músculo tibial anterior e o ventrículo esquerdo serão retirados e processados para avaliação da densidade capilar e da razão capilar fibra, bem como, para a avaliação da produção proteica do VEGF, PI3K, eNOS, Bcl-2 e capase-3-clivada e da expressão gênica dos miRNAs-16,-21,-126,-155,-205,-221 e -222. Os resultados serão apresentados como média ± EPM. ANOVA de dois caminhos com post hoc de Tukey serão realizados para comparação entre os grupos e (p<0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TARDELLI, LIDIELI P.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; VICENTINI, CARLOS ALBERTO; OKOSHI, KATASHI; AMARAL, SANDRA L. Differential effects of dexamethasone on arterial stiffness, myocardial remodeling and blood pressure between normotensive and spontaneously hypertensive rats. JOURNAL OF APPLIED TOXICOLOGY, v. 41, n. 10, p. 1673-1686, OCT 2021. Citações Web of Science: 1.
TARDELLI, LIDIELI P.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; VICENTINI, CARLOS ALBERTO; OKOSHI, KATASHI; AMARAL, SANDRA L. Differential effects of dexamethasone on arterial stiffness, myocardial remodeling and blood pressure between normotensive and spontaneously hypertensive rats. JOURNAL OF APPLIED TOXICOLOGY, FEB 2021. Citações Web of Science: 0.
HERRERA, NAIARA A.; DUCHATSCH, FRANCINE; TARDELLI, LIDIELI P.; DIONISIO, THIAGO J.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA L. Dexamethasone Does Not Inhibit Treadmill Training-Induced Angiogenesis in Myocardium: Role of MicroRNA-126 Pathway. Journal of Cardiovascular Pharmacology, v. 76, n. 6, p. 708-714, DEC 2020. Citações Web of Science: 1.
HERRERA, NAIARA ARAUJO; DUCHATSCH, FRANCINE; KAHLKE, ALLISON; AMARAL, SANDRA LIA; VASQUEZ-VIVAR, JEANNETTE. In vivo vascular rarefaction and hypertension induced by dexamethasone are related to phosphatase PTP1B activation not endothelial metabolic changes. Free Radical Biology and Medicine, v. 152, p. 689-696, MAY 20 2020. Citações Web of Science: 0.
HERRERA, NAIARA A.; DUCHATSCH, FRANCINE; TARDELLI, LIDIELI P.; DIONISIO, THIAGO J.; SHINOHARA, ANDRE L.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA LIA. MicroRNA-126 upregulation, induced by training, plays a role in controlling microcirculation in dexamethasone treated rats. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 505, APR 5 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.