Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão de sox-10 e adipophilin na progressão de melanomas cutâneos

Processo: 16/07753-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Fernanda Viviane Mariano Brum Corrêa
Beneficiário:Gabriel Brandão Alexandre
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Melanoma   Diferenciação celular   Biomarcadores tumorais   Progressão tumoral

Resumo

Melanoma cutâneo é um tumor potencialmente agressivo de origem melanocítica. De um modo geral, a patogênese das neoplasias malignas caracteriza-se por uma mistura complexa de alterações genéticas e metabólicas. É reconhecido que o metabolismo da célula cancerosa confere-lhe vantagens na sobrevivência. O aumento da lipogênese (dado pela expressão de enzimas lipogênicas ou pelo estoque energético através de gotas lipídicas - GL) é um fenótipo comum a numerosos cânceres humanos e tem sido associado com diferenciação, proliferação e agressividade tumoral. Tratando-se de diferenciação celular, alguns biomarcadores têm sido identificados como evidenciadores de proliferação melanocítica e portanto, marcadores desta neoplasia. A proteína SOX-10 mostrou ter maior sensibilidade para detecção de melanoma em comparação com outros já consagrados e ainda parece estar relacionado à progressão melanocítica. As gotas GLs intracitoplasmáticas, que podem ser detectadas pela expressão da proteína adipophilin, têm sido recentemente associadas a vários aspectos do fenótipo tumoral (crescimento, proliferação e diferenciação), porém no melanoma só foi estudada em cultura de células. Considerando esses aspectos, o objetivo do nosso estudo é verificar numa série de melanomas cutâneos divididos de acordo com a progressão (Clark I, II, III, IV e metástase) a relação das GLs e com o marcador SOX10. Esperamos que estudo colabore na compreensão do complexo mecanismo de progressão do melanoma cutâneo no que se relaciona a lipogênese tumoral.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)