Busca avançada
Ano de início
Entree

Legitimidade do governo e natureza da justiça: a perspectiva contratualista de Hobbes e Rousseau

Processo: 16/10052-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Ética
Pesquisador responsável:Flamarion Caldeira Ramos
Beneficiário:Isabelle Merlini Chiaparin
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia política   Direito natural   Justiça   Legitimidade   Órgãos governamentais   Jean-Jacques Rousseau

Resumo

O estudo sobre as definições de justo e injusto sempre estiveram na mira da filosofia. Diversos estudos sobre o tema foram propostos pelas mais variadas correntes, de Platão à Rawls. O modo com que diferentes definições de justiça formam diferentes teorias de Estado e Governo é o foco principal da proposta. A partir da corrente contratualista de Thomas Hobbes e Jean-Jacques Rousseau, a pesquisa abordará os temas centrais de suas respectivas teorias, tais como a origem da sociedade civil, a concepção de direito natural e adquirido e a formação dos sistemas governamentais. Analisando a fundo tanto o modelo de Hobbes, quanto o modelo de Rousseau, o presente projeto se propõe a analisar os sistemas democráticos, aristocráticos e monarquistas em suas respectivas teorias, bem como levantar os argumentos prós e contras de cada autor.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)