Busca avançada
Ano de início
Entree

Adesão da equipe de enfermagem a higienização das mãos em um Serviço de Hemodiálise

Processo: 16/07118-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Rosely Moralez de Figueiredo
Beneficiário:Darlyani Mariano da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Insuficiência renal crônica   Diálise renal   Higienização   Pessoal de saúde   Unidades hospitalares de hemodiálise
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Enfermagem | hemodiálise | Higienização das mãos | Controle de Infecção

Resumo

A Doença Renal Crônica (DRC) é definida como lesão presente por período igual ou maior que três meses, com anormalidades estruturais ou funcionais do rim, com ou sem diminuição da filtração glomerular. Atualmente, a DRC tem sido considerada um problema de saúde pública, pacientes com doença renal crônica estão expostos à possibilidade de evolução para Doença Renal Crônica Terminal (DRCT). Estes necessitam de terapias, como a terapia renal substitutiva a hemodiálise, a diálise peritoneal e o transplante renal. No Brasil, em 2013 90,8% dos pacientes em diálise crônica faziam tratamento por hemodiálise. Pacientes em hemodiálise possuem alto risco para o desenvolvimento de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), bem como a aquisição de microrganismos multirresistentes. A higienização das mãos (HM) é uma das medidas mais importantes para o controle de IRAS. As mãos dos profissionais da equipe de saúde é a principal via de transmissão de infecções exógenas principalmente por meio de procedimento invasivo. Este estudo tem como objetivo geral analisar a adesão da equipe de enfermagem à prática de HM nos cinco momentos preconizados pela Organização Mundial da Saúde para serviços de hemodiálise. Os dados serão obtidos através do método de observação direta das oportunidades de HM em um serviço de hemodiálise do interior paulista. Os sujeitos do estudo serão profissionais de enfermagem em atividade no serviço. Tendo em vista o aumento do número de pacientes em tratamento dialítico e a importância da prevenção de IRAS na hemodiálise, este estudo pode refletir na melhoria de qualidade dos serviços prestados, assim como da qualidade de vida do paciente renal crônico.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, DARLYANI MARIANO; MARQUES, BIANCA MIRANDA; GALHARDI, NATHALIA MALAMAN; ORLANDI, FABIANA DE SOUZA; DE FIGUEIREDO, ROSELY MORALEZ. Higiene das mãos e uso de luvas pela enfermagem em hemodiálise. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 71, n. 4, p. 1963-1969, . (16/07118-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.