Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de uma nova blenda polimérica (látex natural/ácido polilático) para aplicação biomédica

Processo: 16/09736-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Engenharia Médica
Pesquisador responsável:Rondinelli Donizetti Herculano
Beneficiário:Mariana Biondi Cesar
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/20089-0 - Melhorando o desempenho biológico de uma nova blenda polimérica (látex natural e ácido polilático) através de modificações de superfície para regeneração óssea, BE.EP.IC
Assunto(s):Bioengenharia   Biopolímeros   Blendas   Látex   Instrumentação biomédica   Citotoxicidade   Resistência mecânica   Microscopia eletrônica de varredura   Espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier

Resumo

Membranas confeccionadas a partir do látex natural, o qual é extraído da seringueira Hevea brasiliensis, vem se mostrando de grande importância em áreas como a medicina e a bioengenharia, devido à capacidade do látex de estimular a angiogênese, adesão celular e formação de matriz extracelular, além de atuar como barreira física a agentes infecciosos, características as quais o faz ser interessante para aplicações como próteses e enxertos médicos. A biodegradabilidade dos biomateriais é um fator de grande importância para que os seus usuários não necessitem de intervenções médicas para retirá-los, porém, a biodegradabilidade do látex não é significativa quando comparada à de outros polímeros utilizados para o desenvolvimento de materiais com aplicação biomédica. Objetiva-se com esse projeto melhorar a capacidade de biodegradação e consequente bioabsorção de membranas de látex associando-o ao ácido polilático, um polímero que apresenta propriedades como a bioreabsortividade e biocompatibilidade, além de ser biodegradável, de baixa toxicidade e baixo custo é o mais estudado nos campos biomédicos, farmacêuticos e ambientais. As membranas serão confeccionadas e posteriormente submetidas à vários testes como microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectrometria de infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), resistência mecânica, perda de massa, permeabilidade e caracterização biológica por citotoxicidade indireta (MTT), as quais caracterizam-nas quanto aos aspectos físicos, químicos e biológicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CESAR, MARIANA BIONDI; BORGES, FELIPE AZEVEDO; BILCK, ANA PAULA; YAMASHITA, FABIO; PAULINO, CRISTIANE GARCIA; HERCULANO, RONDINELLI DONIZETTI. Development and Characterization of Natural Rubber Latex and Polylactic Acid Membranes for Biomedical Application. JOURNAL OF POLYMERS AND THE ENVIRONMENT, . (16/09736-8, 17/19603-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.