Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da associação entre metadona e acepromazina ou metadona e detomidina na anestesia dissociativa de equinos

Processo: 16/04462-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Adriano Bonfim Carregaro
Beneficiário:Giuliana Izumi Ueda
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Anestesia endovenosa   Medicação pré-anestésica   Sedação consciente   Diazepam   Acepromazina   Metadona   Frequência cardíaca   Pressão sanguínea   Equinos   Estudos experimentais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cetamina | Diazepam | Neuroleptoanalgesia | Opióide | sedação | Anestesiologia Veterinária

Resumo

O objetivo do presente estudo é avaliar a qualidade da sedação de dois protocolos de neuroleptoanalgesia e sua influência na anestesia dissociativa de equinos. Serão utilizados seis animais, de ambos os sexos, adultos e comprovadamente hígidos por meio de exames laboratoriais (hemograma e bioquímico). Cada animal será submetido a dois protocolos de medicação pré-anestésica (MPA), com intervalo mínimo de 1 mês entre os tratamentos. O grupo experimental MD receberá 0,1mg/kg de metadona associada a 0,03 mg/kg de detomidina e o grupo MA receberá 0,1 mg/kg de metadona associada a 0,03 mg/kg de acepromazina, ambos pela via intravenosa (IV). A indução anestésica de ambos os grupos será realizada com 3 mg/kg de cetamina e 0,1 mg/kg de midazolam IV. As qualidades de sedação, indução e recuperação serão avaliadas por meio de tabelas descritivas já descritas na literatura. Além disso, serão avaliados os tempos de indução, manutenção e de recuperação anestésicas e os parâmetros fisiológicos, a saber: frequência cardíaca, pressão arterial, saturação de O2 arterial, frequência respiratória, motilidade intestinal e temperatura, antes da MPA (0 min), imediatamente antes da indução anestésica (20 min) e a cada cinco minutos pós indução, até o início da recuperação. Espera-se obter resultados que demonstrem qual será a melhor MPA, principalmente em relação à qualidade de sedação, manutenção e recuperação anestésicas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARREGARO, ADRIANO BONFIM; UEDA, GIULIANA IZUMI; CENSONI, JULIA BARRIONUEVO; BISETTO, SHAYNE PEDROZO; ALONSO, BRUNA BODINI; REGINATO, GUSTAVO MORANDINI. Effect of Methadone Combined With Acepromazine or Detomidine on Sedation and Dissociative Anesthesia in Healthy Horses. Journal of Equine Veterinary Science, v. 86, . (16/04462-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.