Busca avançada
Ano de início
Entree

A transição da idade pré-escolar para a idade escolar nas atuais condições do ensino público: investigação sobre a formação das premissas psicológicas da atividade de estudo

Processo: 15/21432-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Juliana Campregher Pasqualini
Beneficiário:Erika Alicia Budin Bizama
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Educação infantil   Psicologia cultural   Ensino público   Ensino fundamental   Idade escolar   Práticas pedagógicas   Métodos de observação

Resumo

O objetivo desta pesquisa é compreender, a partir do aporte teórico-conceitual da Psicologia Histórico-Cultural, como se dá a transição entre a idade pré-escolar e a idade escolar do desenvolvimento humano nas atuais condições do ensino público, examinando se a Educação Infantil tem sido capaz de engendrar nas crianças as premissas psicológicas necessárias para a formação da (futura) atividade de estudo. Estudos conduzidos por pesquisadores vinculados ao campo da Psicologia Histórico-Cultural identificam neoformações do psiquismo típicas da idade pré-escolar que constituem premissas psíquicas para a formação da atividade de estudo, dentre elas: o interesse estável pela aprendizagem; a capacidade de auto-regulação da conduta; a capacidade de ação planejada; e a função simbólica. A primeira fase dessa investigação buscará detectar, por meio de observação em sala de aula, a presença de tais neoformações em dois alunos concluintes da Educação Infantil; na segunda fase da pesquisa, os mesmos dois sujeitos serão observados no início do primeiro ano letivo do Ensino Fundamental, buscando-se analisar na atividade escolar a mobilização e desenvolvimento das capacidades psicológicas em destaque. A relevância do estudo se justifica, pois a compreensão de como se dá atualmente a transição em tela e de como ela poderia ser realizada de modo a impulsionar o desenvolvimento psíquico dos estudantes em suas máximas potencialidades pode oferecer subsídios à prática pedagógica dos profissionais que atuam nestes segmentos. Após a sistematização dos dados coletados, os mesmos serão analisados adotando-se como categorias as quatro premissas psíquicas já indicadas, articuladas ao conceito de atividade de estudo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)