Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de atributos ultrassonográficos (modo-B e doppler) de corpos lúteos formados após indução da puberdade em novilhas Nelore e sua relação com a funcionalidade

Processo: 15/13079-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Maria Emilia Franco Oliveira
Beneficiário:Dayane Priscila Vrisman
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinos de corte   Puberdade   Corpo lúteo   Indução da ovulação   Gado Nelore

Resumo

Os objetivos do presente estudo serão: estudar a dinâmica do desenvolvimento de corpos lúteos (CL), por meio de atributos ultrassonográficos Modo-B e Doppler, formados após indução da puberdade em novilhas Nelore; estudar o perfil plasmático de progesterona (P4) antes e após a indução da puberdade a fim de confirmar a ciclicidade dos animais, acompanhando a duração do CL formado e; estudar índices do fluxo sanguíneo das artérias ovarianas para relacionar com a funcionalidade dos CLs. O trabalho será executado no Instituto de Zootecnia, localizado no município de Sertãozinho, São Paulo, durante o período de março a julho de 2016. As novilhas próximas a entrarem na puberdade serão avaliadas uma vez por semana durante 2 semanas. Nessas avaliações serão realizadas pesagens dos animais, avaliação do escore de condição corporal (ECC), colheita de sangue para dosagem hormonal de P4 e, avaliação ultrassonográfica (US) do trato reprodutor feminino. Após essas avaliações iniciais (D-19 e D-12), o objetivo será identificar 60 novilhas pré-púberes, as quais serão aquelas com ausência de CL nos ovários, escore do aparelho reprodutivo igual ou inferior a 3, dosagem de P4 < 1 ng/mL, 65% de peso de um animal adulto e ECC entre 7 e 8. As 60 novilhas serão divididas em dois grupos de tratamento para indução da puberdade: utilizando indução da ovulação (GIO) e outro grupo com dispositivo de progesterona e indução da ovulação (GIP), sendo 30 para cada um. Para o GIO a indução será realizada com 0,02 mg de Acetato de Buserelina no D0. Para o outro grupo será utilizado dispositivo de progesterona de terceiro uso no D-12, permanecendo esse dispositivo por 10 dias. No D-2 esse dispositivo será retirado e no D0 feita a aplicação de 0,02 mg de Acetato de Buserelina. As avaliações ultrassonográficas após a indução da puberdade iniciarão no D2 para os dois grupos de tratamentos, com a confirmação da ovulação. Os estudos do CL iniciarão no D4 até o D16, com intervalo de dois dias entre as avaliações. Todos os CLs detectados pela ultrassonografia convencional serão quantificados e seus diâmetros mensurados. Posteriormente pela análise das imagens ultrassonográficas e dosagem da P4, o objetivo será o de detectar diferenças existentes entre os CLs formados de um ciclo estral normal e os CLs de ciclo curto. Também serão feitas colheitas de sangue para dosagem das concentrações séricas de P4 nos mesmos dias do US, com o objetivo de confirmar a funcionalidade das estruturas lúteas. Para a avaliação e comparação da ecogenecidade e ecotextura das imagens ultrassonográficas dos CLs será realizada a quantificação de pixels com o auxílio do software. Para as avaliações em Doppler, outro software será utilizado para mensurar a área do fluxo sanguíneo dos CLs. As colheitas de sangue serão procedidas por punção da veia coccígea, utilizando tubos a vácuo identificados com o número do animal e a data da colheita. Após a colheita, os tubos serão centrifugados, e o soro obtido será então transferido para micro-tubos de polipropileno em 2 alíquotas, de mesmo volume, e mantidos a -20ºC, para posterior realização da análise hormonal pela técnica de radioimunoensaio de fase sólida. As análises estatísticas serão realizadas pelo software SAS versão 9.3 (2002-2015). As variáveis consideradas para inclusão no modelo serão: tratamentos (indução da puberdade com indução da ovulação ou dispositivo de progesterona e indução da ovulação), duração da funcionalidade dos corpos lúteos (normal ou com regressão prematura) e interação tratamento e duração da funcionalidade. Na ausência de interação e efeito do tratamento, os dados serão agrupados com o objetivo de confrontar os grupos referentes a duração da funcionalidade dos CLs. O nível de significância será de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VRISMAN, DAYANE PRISCILA; BASTOS, NATALIA MARINS; ROSSI, GUILHERME FAZAN; RODRIGUES, NAIARA NANTES; BUENO BORGES, LUISA PUCCI; TAIRA, AUGUSTO RYONOSUKE; PARO DE PAZ, CLAUDIA CRISTINA; NOGUEIRA, GUILHERME DE PAULA; MAIA TEIXEIRA, PEDRO PAULO; MONTEIRO, FABIO MORATO; FRANCO OLIVEIRA, MARIA EMILIA. Corpus luteum dynamics after ovulation induction with or without previous exposure to progesterone in prepubertal Nellore heifers. Theriogenology, v. 106, p. 60-68, JAN 15 2018. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VRISMAN, Dayane Priscila. Indução da ovulação e funcionalidade do corpo lúteo em novilhas Nelore pré-púberes. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.