Busca avançada
Ano de início
Entree

Hipoalgesia Induzida pelo Exercício: Efeito do exercício físico crônico e individualizado e avaliação do envolvimento dos receptores PPAR-³ nesse processo

Processo: 15/20738-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Maria Cláudia Gonçalves de Oliveira
Beneficiário:Graciana de Azambuja
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/14308-5 - Efeitos do tratamento com exercício na responsividade de neurônios da raiz dorsal em um modelo animal de dor lombar, BE.EP.MS
Assunto(s):Carragenina   Mialgia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:carragenina | Dor muscular | hipoalgesia | PPAR-gamma | Treinamento generalizado | Treinamento individualizado | Saúde

Resumo

A dor muscular possui importante relevância clínica e a prática regular de exercícios tem sido descrita como uma boa alternativa terapêutica, não só pela redução da dor, mas também pela ausência dos efeitos colaterais comuns aos analgésicos comercialmente disponíveis. Entretanto, sabe-se que o organismo se adapta à intensidade do exercício com o tempo e que indivíduos com condições dolorosas crônicas respondem ao exercício de maneira diferente de indivíduos saudáveis. Portanto, um protocolo de exercício físico adequado às condições individuais parece ser essencial na redução da dor muscular. Apesar sua relevância clínica, os mecanismos neurobiológicos envolvidos na hipoalgesia induzida pelo exercício não foram totalmente esclarecidos. Sabe-se que durante um processo inflamatório, o organismo possui tanto mecanismos pró-inflamatórios quanto anti-inflamatórios. Especificamente, a prostaglandina 15dPGJ2 (15deoxy12,14PGJ2) é um mediador anti-inflamatório endógeno que possui um potente efeito na modulação da dor e exerce seus efeitos através da ativação do receptor PPAR-gamma (Receptores Ativados por Proliferadores de Peroxissoma Gama). Considerando-se que as dores musculares em geral possuem um caráter inflamatório e consequentemente mecanismos endógenos de modulação, o objetivo desse estudo é avaliar se um protocolo de treinamento aeróbio individualizado induz hipoalgesia induzida pelo exercício e, nesse caso, comparar sua eficiência com um protocolo de exercício clássico e não individualizado. Além disso, avaliaremos se a hipoalgesia induzida pelo exercício é modulada pela ativação dos receptores PPAR-gamma no tecido muscular.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE AZAMBUJA, GRACIANA; GOMES, BEATRIZ BOTASSO; DALCHECO MESSIAS, LEONARDO HENRIQUE; AQUINO, BRUNA DE MELO; JORGE, CAROLINA OCANHA; MANCHADO-GOBATTO, FULVIA DE BARROS; GONCALVES DE OLIVEIRA-FUSARO, MARIA CLAUDIA. Swimming Physical Training Prevented the Onset of Acute Muscle Pain by a Mechanism Dependent of PPAR gamma Receptors and CINC-1. Neuroscience, v. 427, p. 64-74, . (15/20738-0)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AZAMBUJA, Graciana de. Hipoalgesia induzida por exercício físico crônico é dependente de receptores PPARy. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Aplicadas Limeira, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.