Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da laserterapia na qualidade de vida de pacientes com hipersensibilidade dentinária, herpes labial e parestesia

Processo: 15/25525-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 04 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Patricia Moreira de Freitas Costa e Silva
Beneficiário:Mirella Silva Rizzuti
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Parestesia   Herpes labial   Sensibilidade da dentina   Fármacos fotossensibilizantes   Laser de baixa intensidade   Qualidade de vida   Inquéritos e questionários

Resumo

Este estudo tem como objetivo avaliar o impacto do tratamento com laser de baixa potência na qualidade de vida de pacientes que apresentam hipersensibilidade dentinária, herpes labial e parestesia. Serão avaliados voluntários atendidos no período de janeiro a dezembro/2016 na clínica do Laboratório Especial de Laser em Odontologia da FO-USP. Os voluntários que se adequarem aos pré-requisitos deverão assinar o termo de consentimento livre e esclarecido e serão submetidos ao questionário OHIP-14, antes e após o tratamento com laser de baixa potência. Através dos escores obtidos no questionário, será possível avaliar se houve melhora na qualidade de vida dos pacientes. No grupo de pacientes com parestesia, todo o trajeto do nervo comprometido será irradiado com laser de baixa (808 nm), com os pariametros de 100 mw, 40 seg/ponto, 4 J em contato, com área do feixe de 0,028 cm2. No grupo de pacientes portadores de herpes labial em fase de vesícula, as vesículas serão rompidas com uso de agulhas descartáveis estéreis com o objetivo de drenar o líquido no seu interior. Após a drenagem, com uma haste flexível estéril, será aplicado o fotossensibilizador azul de metileno (0.005%). O tempo que o fotossensibilizador permanecerá em contato com o tecido previamente a irradiação com laser de baixa potência será de 5 minutos. Será utilizado laser vermelho (660 nm) com parâmetros de irradiação de 40 mw 120 J/cm2, 4.8 J/ponto, 2 min/ponto. A quantidade de pontos será determinada pela dimensão da lesão. No grupo de pacientes portadores de hipersensibilidade dentinária, os dentes afetados serão irradiados com laser de baixa potência (808nm), com potência de 100 mw, 10 seg/ ponto, energia por ponto de 1 J, com irradiação de um ponto cervical e um ponto apical para dentes anteriores e 2 pontos cervicais e 2 pontos apicais para dentes posteriores. O diâmetro do feixe é de 0,028 cm². Em todos os casos, o número de sessões clínicas será determinado pela evolução clínica do voluntário e será registrado nos prontuários do voluntário. Será realizada uma análise estatística comparativa e descritiva dos dados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)