Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos a longo prazo da terapia de contensão induzida no uso do membro superior hemiparético em crianças com paralisia cerebral entre dois e dez anos de idade

Processo: 15/07438-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Eloisa Tudella
Beneficiário:Camila Araújo Santos Santana
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Neuropediatria   Paralisia cerebral   Hemiplegia   Reabilitação (terapêutica médica)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:análise | criança | efeitos a longo prazo | Hemiplegia | Membro superior | Paralisia cerebral | terapia de contenção induzida (TCI) | Neuropediatria

Resumo

A paralisia cerebral (PC) hemiparética é responsável por 25% de todos os casos de PC, tendo como uma das principais complicações a não utilização funcional do membro superior afetado. Com a finalidade de maximizar a utilização deste membro, a Terapia de Contensão Induzida (TCI) tem emergido como um método eficaz. Mudanças estruturais no cérebro e melhora funcional do membro acometido foram observadas após a aplicação da TCI. Com o intuito de ampliar os conhecimentos sobre os efeitos e a retenção após a terapia é importante que novos estudos sejam realizados. Assim, esta pesquisa visa verificar os efeitos da TCI e a retenção deste no uso do membro superior em crianças com PC hemiparética de dois a dez anos. Metodologia: aplicação do protocolo de TCI durante 3 semanas, com treino intensivo por 3 horas diárias, na casa da criança. Serão realizadas um total de sete avaliações, sendo uma antes (pré-teste) e seis após a aplicação da TCI (pós-testes). Os pós-testes serão imediatamente após a última sessão da TCI, dez dias após, e dois, quatro, seis e oito meses após a última sessão. Todas as avaliações utilizarão a análise cinemática do movimento de alcance com preensão por meio do Qualisys Motion Capture System (Qualisys), análise das variáveis quantitativas, qualitativas e de função motora do membro superior pelas escalas Pediatric Arm Function Test (PAFT) e Pediatric Upper Extremity Motor Activity Log (PMAL). As variáveis quantitativas serão submetidas à análise de variância (ANOVA) e ao Post-hoc de Tukey (p<0,05) para comparação entre pares de médias, adotando o nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)