Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro do desgaste da superfície dentinária após escovação com diferentes dentifrícios utilizados no tratamento da hipersensibilidade dentinária

Processo: 15/13961-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Ana Cecília Corrêa Aranha
Beneficiário:Raquel Figueira de Castro Signal
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Dentifrícios   Sensibilidade da dentina   Resinas acrílicas   Hipersensibilidade   Dentina   Escovação dentária   Técnicas in vitro

Resumo

Este estudo tem o objetivo de avaliar o efeito de dentifrícios regulares e branqueadores, contendo agentes dessensibilizantes, no desgaste in vitro de espécimes de dentina, utilizando um modelo de ciclagem erosiva-abrasiva. Serão utilizados 70 terceiros molares humanos. Destes, serão cortados fragmentos de dentina de 4mm x 4mm x 2mm da porção radicular, os quais serão incluídos em resina acrílica. Os espécimes resultantes serão planificados e polidos com lixas de granulação decrescente em politriz, sob refrigeração constante. Os espécimes que não tiverem defeitos ou trincas nas superfícies, e que tiverem curvatura máxima de 0,3 ¼m (medida com um perfilometro ótico), serão imersos em solução de de EDTA a 17% por 2min, para abertura dos túbulos dentinários e simulação de uma dentina sensível. Os espécimes serão aleatoriamente divididos em 7 grupos experimentais (n=10), de acordo com o dentifrício a ser utilizado: 1. Sensodyne Repair and Protect regular, 2. Sensodyne Repair and Protect branqueador, 3. Colgate Pro-Alívio regular, 4. Colgate Pro-Alívio branqueador, 5. Colgate Sensitive Pró-Alívio Regular, 6. Colgate Sensitive Pró-Alívio branqueador, 7. Água destilada (controle negativo). Eles serão então submetidos a uma ciclagem abrasiva-erosiva por 5 dias, a qual consiste de imersão em ácido cítrico a 0,3% (pH 2,6) por 2min, seguida da imersão em saliva artificial por 60min, 4 vezes por dia. Trinta minutos após a primeira e a última imersão em ácido, os espécimes serão escovados com uma escova elétrica por 15s, com força padronizada e constante. O tempo de exposição total à suspensão com os cremes dentários será de 2min. Ao final da ciclagem a perda de superfície (¼m) dos espécimes será avaliada em perfilômetro ótico. Os dados obtidos serão estatisticamente analisados, considerando nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)