Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil soroepidemiológico da toxoplasmose e leptospirose em suínos de diferentes sistemas de criação

Processo: 15/18032-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Juliana Giantomassi Machado
Beneficiário:Ana Carolina Pedrosa
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Centro Universitário de Rio Preto (UNIRP). Sociedade Riopretense de Ensino e Educação. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Suinocultura   Doenças transmissíveis   Toxoplasma   Leptospira   Toxoplasmose   Estudos soroepidemiológicos

Resumo

A suinocultura brasileira ocupa importante posição no cenário mundial, onde o Brasil é o quarto maior exportador e produtor de carne suína. A produção de suínos pode ser classificada de acordo com o grau de controle da produção, em extensiva e intensiva. Junto a crescente produção brasileira de suínos, existe também a preocupação com a sanidade, que é uma das principais causas de morte desses animais. Entre as enfermidades que acometem os suínos, a toxoplasmose e a leptospirose se destacam como doenças infecciosas, que trazem prejuízos na suinocultura e, além disto, são zoonoses. O presente estudo tem por objetivo relatar a ocorrência da toxoplasmose e da leptospirose em suínos de diferentes tipos de criação e fazer um levantamento de informações pertinentes sobre o manejo destes animais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)