Busca avançada
Ano de início
Entree

Reorganizando sentidos, ressignificando órgãos: voz, visão e tato na poesia de Ricardo Domeneck, Walter Gam e André Vallias

Processo: 14/18219-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Marcos Antonio Siscar
Beneficiário:Tiago Guilherme Pinheiro
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Poesia do Brasil   Poesia contemporânea

Resumo

Este projeto visa estudar as formas pelas quais a prática poética mobiliza partes e funções do corpo para constituir-se enquanto escritura, permitindo que sua história seja lida como uma série de conflitos envolvendo uma fisiologia dos sentidos. Em outras palavras, trata-se de saber como as articulações dos processos perceptivos, cognitivos e motores, em diferentes poéticas, acarretam maneiras distintas de produzir e partilhar o sensível. Essa perspectiva histórica e epistemológica encontra uma repercussão singular em três artistas brasileiros recentes: Ricardo Domeneck, Walter Gam e André Vallias. Proporemos então leituras de seus trabalhos, tendo como foco as formas pelas quais cada um se ocupa em reelaborar "órgãos de sentido" (respectivamente, o aparelho vocálico-digestivo, o visual e o táctil) como modo de intervenção político-estética. Ao longo dessas análises, mostraremos a importância particular desse tipo de estratégia na atualidade, na qual os procedimentos de manipulação biológica em nível genético, a iminência de uma devastação ecológica e a proliferação de próteses tecnológicas na mediação das relações se impõe como parâmetros de mercado e de governabilidade democrática. Para tanto, serão formados diálogos e debates com teóricos que buscaram repensar formas de vida e existência a partir da maneira como diferentes poéticas participam de sua constituição, tais como Jacques Derrida, Walter Benjamin, Jacques Rancière, Gilles Deleuze, Giorgio Agamben, Michel Deguy, Catherine Malabou e outros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)