Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização química de secreções epidérmicas, cloacais e de glândulas pré-anais e femorais das espécies brasileiras de lagartos da família Teiidae (Squamata)

Processo: 15/12841-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:Carolina Nisa Ramiro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50146-6 - Filogeografia comparada, filogenia, modelagem paleoclimática e taxonomia de répteis e anfíbios neotropicais, AP.BTA.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):17/19640-0 - Comunicação química em lagartos da família Teiidae: química e comportamento, BE.EP.DR
Assunto(s):Feromônios   Propriedades químicas   Brasil

Resumo

A comunicação química é um importante componente da biologia e relações sociais de répteis, que utilizam o sistema vomeronasal para obter sinais químicos do meio e transferi-los para o sistema nervoso, permitindo sua interpretação. Os compostos químicos utilizados para a comunicação intraespecífica são conhecidos como feromônios e apresentam uma série de funções como, por exemplo, identificação de status, demarcação de territórios, informação sobre condição física e de saúde de coespecíficos, além da identificação sexual, sendo em muitos casos fundamentais na reprodução. Os lagartos da família Teiidae restringem-se ao Novo Mundo, são diurnos e ovíparos, apresentando espécies de médio e grande porte que são elementos importantes e conspícuos da herpetofauna brasileira que apresenta 36 das 151 espécies da família. Dados sobre a comunicação química dos Teiidae são basicamente inexistentes, sendo representado apenas por um único trabalho que caracterizou a composição de secreções femorais dos machos de Tupinambis merianae. O presente estudo pretende descrever e comparar a composição química dos feromônios de teiídeos através do estudo da secreção dos poros pré-cloacais, femorais, esfregaço cloacal e secreções epidérmicas com o intuito de verificar (1) a importância potencial destes fatores na comunicação química entre as espécies da família, (2) investigar se existe variação nestes caracteres de acordo com os diferentes tipos de hábitats nos quais as espécies ocorrem e (3) sua importância filogenética.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMIRO, CAROLINA N.; MARTIN, JOSE; DA SILVA JUNIOR, PEDRO ISMAEL; PINTO, HUGO B. A.; MAGALHAES JUNIOR, ARNALDO JOSE C.; ABRAHAO, CARLOS; RODRIGUES, MIGUEL T. Chemical characterization of the lipids in femoral gland secretions of wild male tegu lizards, Salvator merianae (Squamata, Teiidae) in comparison with captive-bred males. ZEITSCHRIFT FUR NATURFORSCHUNG SECTION C-A JOURNAL OF BIOSCIENCES, v. 75, n. 11-12, p. 443-449, NOV 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.