Busca avançada
Ano de início
Entree

Hábitos alimentares de Harengula clupeola (Cuvier, 1829) e Sardinella brasiliensis (Steindachner, 1879) na Baía do Araçá, São Sebastião, estado de São Paulo

Processo: 15/13119-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Carmen Lúcia Del Bianco Rossi Wongtschowski
Beneficiário:Rafael Andrei Lamas
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50317-5 - Biodiversidade e funcionamento de um ecossistema costeiro subtropical: subsídios para gestão integrada, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Ecologia trófica   Dieta animal   Comunidades biológicas   Hábitos alimentares   Sardinella brasiliensis   Baía do Araçá   São Sebastião (SP)

Resumo

A Baía do Araçá, localizada na margem continental do Canal de São Sebastião, Estado de São Paulo, está sujeita a diferentes pressões antrópicas, que podem provocar modificações na comunidade biológica. A região abriga grande diversidade em espécies e representa fonte de recursos econômicos, principalmente devido às pescarias realizadas pela comunidade de pescadores locais. Este projeto está inserido no contexto do programa Biota-Araçá "Biodiversidade e Funcionamento de um Ecossistema Costeiro Subtropical: Subsídios para Gestão Integrada" (FAPESP/2011/50317-5; Auxílio e Pesquisa - Programa Biota - Projeto Temático), que visa o entendimento holístico desse ecossistema. Considerando-se que os recursos alimentares são importantes para produção dos peixes e que a composição de sua dieta sofre variabilidade geográfica e temporal, será investigada a alimentação da sardinha-cascuda, Harengula clupeola, e da sardinha-verdadeira, Sardinella brasiliensis, espécies abundantes e de importância ecológica e comercial na região. As coletas foram realizadas em julho de 2013 e janeiro de 2014, sendo amostrados 121 estômagos de S. brasiliensis e 96 de H. clupeola. Os itens alimentares presentes nos conteúdos serão identificados e quantificados, e a importância dos mesmos será avaliada por meio das frequências de ocorrência e numérica, e de índice de importância alimentar. Comparações intraespecíficas sazonais e por tamanho do predador bem como comparações interespecíficas serão efetuadas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)