Busca avançada
Ano de início
Entree

O Anjinho, de Leonid Andrêiev: um resumo implacável da condição humana

Processo: 15/09217-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Maria de Fátima Bianchi
Beneficiário:Helena Kardash Salvador
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura russa   Realismo   Simbolismo   Expressionismo   Análise de conteúdo   Século XX

Resumo

Nos últimos anos, o número de traduções diretas de obras da literatura russa aumentou consideravelmente no Brasil, principalmente com grandes nomes como Dostoiévski, Gógol, Tolstói e Tchekhov, já conhecidos do leitor brasileiro. No entanto, há muitos outros autores russos que também exerceram papel fundamental na literatura e que permanecem praticamente desconhecidos. É o caso de Leonid Andrêiev, cuja obra despertou nos críticos as mais variadas reações ao apresentar elementos de diversos movimentos literários, em uma época historicamente tão importante como a que antecedeu a Revolução Russa. De origem humilde e considerado uma figura solitária no contexto histórico-literário por seu estilo imprevisível e único, Andrêiev escreveu sobre a natureza humana e a hipocrisia da sociedade. Seus contos e peças foram publicados em tiragens que atingiam números exorbitantes, sendo reeditados diversas vezes e causando grande repercussão. Apesar de seu talento reconhecido por escritores como Górki e Tolstói e da atualidade dos questionamentos em suas obras, apenas escassas traduções de alguns de seus contos foram publicadas no Brasil. No conto Anguelotchek (O Anjinho), lançado em seu primeiro livro, encontra-se a essência de Andrêiev: a mistura entre pessimismo e ironia, o retrato da miséria humana e a habilidade de comover o leitor através de elementos que justificam a afirmação de estudiosos de que nenhum "-ismo" pode classificá-lo: nem realismo, nem expressionismo, nem apenas simbolismo, mas uma combinação incomum na literatura, a qual este projeto de pesquisa pretende demonstrar por meio da tradução do conto e da elaboração de um comentário que contribua para a divulgação deste excepcional autor no Brasil.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)