Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunomoduladora e antimicrobiana propriedades de modificados peptídeos catiônicos: IDR-1018 e IDR-1002

Processo: 15/15427-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 15 de outubro de 2015
Vigência (Término): 14 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Osvaldo Novais de Oliveira Junior
Beneficiário:Simone Cristina Barbosa
Supervisor: Robert Ernest William Hancock
Instituição Sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of British Columbia, Vancouver (UBC), Canadá  
Vinculado à bolsa:14/03748-9 - Peptídeos antimicrobianos cíclicos: importância da estrutura cíclica no mecanismo de ação de duas diferentes estruturas., BP.PD
Assunto(s):Anti-infecciosos   Farmacologia   Imunomodulação   Peptídeos   Defesa animal
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:atividade antimicrobiana | Atividade imunomoduladora | mecanismo de ação | Peptídeo de Defesa do Hospedeiro (HDP) | Peptídeos Antimicrobiano Catiônicos | Peptídeos

Resumo

O crescente número de bactérias resistentes aos antibióticos exige o desenvolvimento de novos medicamentos. Os peptídeos antimicrobianos (PAMs) apresentam um rápido e letal mecanismo de ação contra os microrganismos. Além disso, eles apresentam baixa toxicidade em células humanas, porque são seletivamente atraídos para a superfície bacteriana por interação eletrostática. Uma classe de peptídeos catiônicos conhecidos como "regulador da defesa inata (RDI)" apresenta as atividades: antimicrobiana e imunomoduladora. Os peptídeos IDR-1018 (VRLIVAVRIWRR-NH2) e IDR-1002 (VQRWLIVWRIRK-NH2) atacam as células do biofilme enquanto modulam a resposta imune. Os biofilmes causam infecções e aumentam a resistência adaptativa do hospedeiro aos antibióticos convencionais. Atualmente não existem medicamentos aprovados que ataque os biofilmes das bactérias. Os potentes peptídeos anti-biofilme 1018 e 1002 agem bloqueando o ppGpp (Guanosina-tetrafosfato), um importante sinalizador do desenvolvimento de biofilme. Neste projeto propomos a construção de peptídeos análogos com substituição dos resíduos Arg e Lys por aminoácidos não-naturais (ornitina, homoarginina, 2-amino benzoate). Serão avaliadas as atividades imunomoduladoras e anti-biofilme dos peptídeos modificados, e os resultados serão comparados aos obtidos com os peptídeos inalterados, IDR-1018 e 1002. Mudanças conformacionais, susceptibilidade à protease, dinâmica de interação com membrana e a capacidade de agregação serão analisadas também. É esperado que os peptídeos desenvolvidos sejam vantajosos para o tratamento de graves infecções de pele. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)