Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do cortisol na espermatogênese de zebrafish como base para compreender o papel deste esteróide na diferenciação sexual induzida por estresse térmico

Processo: 15/12104-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Rafael Henrique Nóbrega
Beneficiário:Aline Gomes Melo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Peixe-zebra   Hidrocortisona   Biologia molecular   Espermatogênese   Diferenciação sexual (núcleo celular)   Expressão gênica

Resumo

Os vertebrados gonocorísticos possuem dois mecanismos gerais de determinação sexual: a genética (DSG), quando o sexo do animal é determinado a nível cromossômico; e a ambiental (DSA), quando variáveis ambientais passam a interferir no processo de diferenciação. No caso da ambiental, a temperatura é relacionada como fator principal no processo de diferenciação gonadal nos peixes, e tais espécies recebem a denominação de espécies sensíveis à temperatura (EST). Quando a temperatura da água aumenta e sai da temperatura de conforto do animal, gera-se uma situação de estresse para o organismo aquático e consequentemente aumenta-se o nível de cortisol. Dessa forma, acredita-se o que o aumento do nível de cortisol possa estar envolvido com a masculinização de larvas de EST, pois a enzima (Hsd11b2) que metaboliza o cortisol pode convertê-lo em cortisona ou andrógenos, dependendo da via metabólica. Neste contexto, o projeto visa estudar os efeitos do cortisol na espermatogênese de zebrafish (Danio rerio) na tentativa de elucidar o possível mecanismo do cortisol na masculinização induzida por temperatura nesta espécie. Para tanto, análises de expressão gênica e morfológicas serão realizadas em testículos cultivados in vitro com diferentes concentrações de cortisol. As informações geradas podem esclarecer o mecanismo fisiológico que modula o processo de diferenciação gonadal em zebrafish, assim como gerar biotecnologias para uso na masculinização de espécies aquícolas, quando o macho possui maior valor econômico, ou ainda, quando o cultivo de populações monossexo é mais viável. Do ponto de vista ambiental, fornecerá novas informações para o entendimento do impacto fisiológico nos organismos aquáticos decorrente do aumento gradual da temperatura da água (aquecimento global). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOVO-NETO, ALDO; MARTINEZ, EMANUEL R. M.; MELO, ALINE G.; DORETTO, LUCAS B.; BUTZGE, ARNO J.; RODRIGUES, MAIRA S.; NAKAJIMA, RAFAEL T.; HABIBI, HAMID R.; NOBREGA, RAFAEL H. Cortisol Directly Stimulates Spermatogonial Differentiation, Meiosis, and Spermiogenesis in Zebrafish (Danio rerio) Testicular Explants. BIOMOLECULES, v. 10, n. 3 MAR 2020. Citações Web of Science: 0.
BRANCO, GIOVANA SOUZA; MELO, ALINE GOMES; RICCI, JULIANA M. B.; DIGMAYER, MELANIE; DE JESUS, LAZARO W. O.; HABIBI, HAMID R.; NOBREGA, RAFAEL HENRIQUE. Effects of GnRH and the dual regulatory actions of GnIH in the pituitary explants and brain slices of Astyanax altiparanae males. General and Comparative Endocrinology, v. 273, n. SI, p. 209-217, MAR 1 2019. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.