Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação entre análise espectral e dinâmica simbólica como ferramenta de estudo da modulação autonômica cardíaca em ratos e camundongos

Processo: 15/02417-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Luiz Eduardo Virgilio da Silva
Beneficiário:Victor Rezende Geraldini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia cardiovascular   Sistema nervoso autônomo   Modulação autonômica cardíaca   Dinâmica simbólica   Variabilidade da frequência cardíaca   Análise espectral   Estudo comparativo   Experimentação animal   Modelos animais

Resumo

O estudo da variabilidade de parâmetros cardiovsculares, como por exemplo a variabilidade da frequência cardíaca (VFC), é de grande importância pois permite, de uma forma indireta, avaliar a função autonômica do coração. Comumente, a VFC é representada pelas oscilações dos intervalos cardíacos ao longo do tempo, e os métodos clássicos para avaliação dessas oscilações incluem parâmetros de domínio do tempo e frequência. No domínio da frequência, a análise espectral é capaz de quantificar a potência de cada componente de frequência presente na VFC, representando a modulação simpática e parassimpática cardíaca pela potência total em bandas de frequências específicas. A análise espectral é muito importante e seu surgimento representou um grande avanço no estudo da VFC. Contudo, por ser baseada num modelo puramente linear, torna-se uma abordagem limitada, já que os mecanismos de regulação da FC são reconhecidamente não lineares. Uma alternativa interessante para a análise espectral surgiu em 2001. Trata-se de um método de análise de dinâmica simbólica, que tem por vantagem não ser restrito a um modelo linear, e que vem se demonstrando muito útil para a análise da modulação autonômica cardíaca, em algumas situações com melhores resultados do que a análise espectral. Apesar dos vários trabalhos científicos mostrando a importância da análise simbólica, a maioria dos estudos feitos utiliza humanos, gerando uma lacuna de aplicação dessa metodologia em animais de experimentação, como ratos e camundongos. Este projeto tem por objetivo estudar a validade da análise simbólica para o estudo da modulação autonômica cardíaca em ratos e camundongos e comparar sua performance com a análise espectral, criando uma base de referência para estudos posteriores. Para isso, serão utilizados dados já coletados do Laboratório de Fisiologia Cardiovascular da FMRP de modelos normais e fisiopatológicos, bem como após a administração de bloqueadores autonômicos (adrenérgicos e colinérgicos).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIRGILIO SILVA, LUIZ EDUARDO; GERALDINI, VICTOR REZENDE; DE OLIVEIRA, BIANCA POTRATZ; AGUIAR SILVA, CARLOS ALBERTO; PORTA, ALBERTO; FAZAN, RUBENS. Comparison between spectral analysis and symbolic dynamics for heart rate variability analysis in the rat. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, AUG 16 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.