Busca avançada
Ano de início
Entree

Retornos possíveis: Nossos Ossos, de Marcelino Freire, e o sertão na narrativa brasileira contemporânea

Processo: 15/04597-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Juliana Santini
Beneficiário:Moacir Faber Calarga
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Romance   Personagens   Representação (artes)   Sertão

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como objetivo analisar de que modo o sertão é representado no romance Nossos ossos, publicado em 2013 por Marcelino Freire, problematizando o trânsito de personagens na narrativa e a dimensão subjetiva da viagem como figura estruturante do enredo. O ponto de partida da discussão proposta situa-se na constatação de que o sertão é retomado de maneira recorrente na prosa brasileira dos últimos vinte anos, de modo que a hipótese aqui colocada diz respeito ao fato de que o deslocamento de personagens constrói uma relação entre tempo e espaço que, nesse conjunto de narrativas, faz do sertão um espaço temporalizado pela experiência de sujeitos cujas identidades também se mostram em trânsito.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)