Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações cefalométricas e oclusais de pacientes com má oclusão de classe III tratados com e sem extrações

Processo: 15/06177-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Ortodontia
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Guilherme dos Reis Pereira Janson
Beneficiário:Roberto Bombonatti
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/16897-5 - Alterações cefalométricas e oclusais de pacientes com má oclusão de Classe III tratados com e sem extrações, BE.EP.PD
Assunto(s):Tratamento ortodôntico   Ortodontia corretiva
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alterações cefalométricas | Alterações oclusais | Má Oclusão De Classe Iii | tratamento ortodôntico | Ortodontia Corretiva

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar as alterações cefalométricas e oclusais de pacientes portadores de má oclusão de Classe III submetidos ao tratamento ortodôntico. Neste estudo retrospectivo, será utilizada uma amostra composta por três grupos: dois experimentais e um controle. Os grupos experimentais serão formados por pacientes tratados na Faculdade de Odontologia de Bauru - USP, sendo que o grupo 1 (G1) será formado por pacientes tratados sem extrações dentárias e, o grupo 2 (G2), tratados com extrações. O grupo controle (G3), pareado cronologicamente aos grupos experimentais, será composto por pacientes com má oclusão de Classe III não tratados ortodonticamente e/ou ortopedicamente, oriundos do arquivo de documentações do Burlington Growth Centre, localizado na Faculdade de Odontologia da Universidade de Toronto, Canadá. As alterações das variáveis cefalométricas serão verificadas por meio de telerradiografias em norma lateral ao início (T1) e ao final (T2) do período de tratamento ou de observação. Do mesmo modo, as alterações oclusais serão mensuradas em modelos de gesso no início (M1) e ao final (M2) do mesmo período de avaliação. Estas alterações oclusais serão estimadas através do Índice PAR e a qualidade dos resultados dos tratamentos ortodônticos pelo índice Objective Grading System (OGS), utilizado pela American Board of Orthodontics. Caso as variáveis apresentem distribuição normal, as diferenças intragrupos entre as duas fases serão analisadas por testes t pareados, enquanto que a comparação intergrupos das alterações ocorridas será realizada através de análises de variância a um critério (ANOVA). As variáveis que não apresentarem distribuição normal serão submetidas aos testes Wilcoxon e Kruskal-Wallis, respectivamente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROBERTO BOMBONATTI; ARÓN ALIAGA-DEL CASTILLO; JULIANA FRAGA SOARES BOMBONATTI; DANIELA GARIB; BRYAN TOMPSON; GUILHERME JANSON. Cephalometric and occlusal changes of Class III malocclusion treated with or without extractions. Dental Press J. Orthod., v. 25, n. 4, p. 24-32, . (15/06177-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.