Busca avançada
Ano de início
Entree

Em busca do tempo perdido: desenvolvimento psicológico e historicidade

Processo: 14/26296-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Livia Mathias Simao
Beneficiário:Nilson Guimarães Doria
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da psicologia   Epistemologia   Psicologia do desenvolvimento

Resumo

As mudanças psicológicas são estudadas pela Psicologia com grande interesse por ao menos duas tradições de pesquisa. Por um lado temos a Psicologia do Desenvolvimento, por outro a Psicologia Histórica. O objetivo da pesquisa que se delineia é a investigação de como diferentes concepções sobre a natureza das funções e das mudanças psicológicas contribuíram para o estabelecimento do quadro contemporâneo de desinteresse da Psicologia do Desenvolvimento pela dimensão histórica do desenvolvimento humano, por um lado, e da Psicologia Histórica pela dimensão ontogenética das transformações psicológicas, por outro. Entendemos que este problema é de grande relevância uma vez que o entrelaçamento entre tais perspectivas poderia lançar luz para uma série de fenômenos de interesse para ambas as áreas, por exemplo: o da relação entre processos de transmissão cultural e invenção. Em momentos anteriores já tivemos a oportunidade de esboçar um início de teorização sobre o tema, estudando como a perspectiva de Vigotski se comprometia com alguns pressupostos marxistas acerca da natureza das mudanças históricas e como este compromisso o levava a encarar as mudanças psicológicas de uma maneira peculiar. No presente momento pretendemos ampliar este tipo de análise de três formas: a) para outras teorias do desenvolvimento humano; b) para a consideração de questões epistemológicas mais basais, como a reflexão sobre os próprios conceitos de mudança e de temporalidade; c) para o estudo das consequências destas escolhas sobre alguns problemas éticos e metodológicos como a hierarquização cultural; e d) os efeitos da produção de conhecimento psicológico sobre o próprio psiquismo. Esperamos alcançar quatro classes distintas de resultados: a) contribuições metateóricas à Psicologia do Desenvolvimento; b) contribuições interdisciplinares e transdisciplinares especialmente no que se refere às relações entre Psicologia, História e as demais Ciências Sociais; c) uma proposta de enriquecimento metodológico nos campos da Psicologia do Desenvolvimento e da Psicologia Histórica no sentido de promoção da integração de trabalhos contemporâneos sobre impactos da tecnologia sobre o psiquismo à estas subdisciplinas; d) acreditamos que alguns de nossos resultados poderão ser de relevância para a História da Psicologia, na medida em que discutimos a ideia da historicidade do psiquismo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)