Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da formação de neutrophil extracellular traps em pacientes com deficiência de CD40 ligante e influência do tratamento in vitro com interferon-gamma

Processo: 15/01699-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Antonio Condino Neto
Beneficiário:Tábata Takahashi França
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neutrófilos   Armadilhas extracelulares   Ligante de CD40   Síndromes de imunodeficiência   Interferon gama

Resumo

Os neutrófilos são o tipo celular mais abundante na circulação e compõem a primeira linha de defesa contra patógenos nos sítios de infecção. Eles medeiam reações inflamatórias e eliminam microrganismos através de múltiplos mecanismos, como pela liberação de fatores antimicrobianos no interior dos fagossomos e no meio extracelular. Estudos recentes demonstraram outro tipo de resposta dos neutrófilos contra patógenos, as armadilhas extracelulares de neutrófilos (NETs, do inglês Neutrophil Extracellular Traps). As NETs são compostas por componentes dos grânulos, como elastase e mieloperoxidase, e cromatina descondensada, que formam uma estrutura capaz de anular fatores de virulência e destruir microrganismos extracelulares. A síndrome de Hiper-IgM ligada ao X (X-HIGM) é uma imunodeficiência primária (IDP) causada por mutações no CD40 ligante (CD40L) expresso por células T CD4+ caracterizada pelos níveis séricos elevados de IgM. Além de infecções bacterianas intra- e extracelulares, pacientes com X-HIGM são suscetíveis a infecções fúngicas, particularmente por Pneumocytis jiroveci, Aspergillus sp, Candida albicans e Paracoccidioides brasiliensis. Tendo em vista evidências que apontam a influência de interações CD40-CD40L no burst oxidativo dos fagócitos, e uma vez que a produção de espécies reativas do oxigênio (ROS) foi descrita como fator essencial na formação de NETs, propomos investigar se a suscetibilidade aumentada a infecções, em especial fúngicas, em pacientes X-HIGM podem estar relacionadas a falha na indução e formação de NETs e verificar o efeito do tratamento in vitro com IFN-³. A implantação desses estudos abre novas perspectivas para o desenvolvimento de estratégias terapêuticas no campo das IDPs. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)