Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de anticorpos DENV-específicos em indivíduos adultos soropositivos vacinados com a formulação tetravalente TV003

Processo: 15/03933-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Esper Georges Kallás
Beneficiário:Cássia Gisele Terrassani Silveira
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dengue   Anticorpos   Vacinas   Linfócitos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anticorpos | Dengue | linfócitos | Vacina | Imunologia Celular e Molecular

Resumo

A resposta imune humoral e a potência de neutralização dos anticorpos (Abs) são aspectos importantes para o controle da infecção e para a aquisição de imunidade protetora contra o vírus da dengue (DENV). Nesse contexto, o PRNT (do inglês, plaque reduction neutralization test) é atualmente a metodologia aplicada para mensurar perfil de proteção e neutralização dos Abs contra o DENV e avaliar a imunogenicidade de abordagens vacinais contra esse patógeno. Entretanto, evidências sugerem que a correlação entre os resultados do PRNT e a proteção efetiva contra a infecção pelo DENV não é absoluta. O objetivo da presente proposta é caracterizar a expansão de células B produtoras de Abs, os plasmoblastos, e o repertório de Abs dela derivados no sangue periférico de adultos saudáveis previamente infectados pelo DENV e vacinados com a formulação tetravalente TetraVax-DV TV003. Neste estudo, a população de plasmoblastos será identificada por citometria de fluxo multiparamétrica e avaliada antes e após a vacinação. Células B CD27high CD38high derivadas do sangue periférico de indivíduos vacinados com expansão de plasmoblastos serão isoladas individualmente em placas de 96-wells e submetidas à amplificação e sequenciamento das regiões variáveis das cadeias leve (VL) e pesada (VH) das Ig DENV-específicas. As sequências VH e VL serão clonadas em vetores de expressão e o Ab resultante será avaliado quanto a sua especificidade e afinidade (ELISA), e quanto ao seu potencial de neutralização e capacidade de intensificar a infecção pelo DENV em ensaios in vitro. Esse estudo permitirá obter dados mais consistentes sobre a capacidade da abordagem vacinal TV003 em gerar uma resposta efetivamente protetora contra a infecção pelo DENV em humanos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Vacina do Butantan contra a dengue tem eficácia de 80% 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)