Busca avançada
Ano de início
Entree

Subprefeituras na cidade de São Paulo: descentralização, obstáculos institucionais e executivo de coalizão

Processo: 14/26091-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Marta Maria Assumpção Rodrigues
Beneficiário:Guilherme Nunes Pereira
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Descentralização administrativa   Coalizão   Subprefeituras

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende avaliar as dificuldades institucionais que o governo do município de São Paulo tem enfrentado para implantar a descentralização das subprefeituras na cidade, conforme a Lei nº 13.999. O objetivo central desta pesquisa é averiguar se as secretarias municipais e o poder legislativo da cidade (instituições-chave num contexto que denominamos executivo de coalizão ) dificultam ou não o processo de descentralização do governo municipal, devido às disputas por maior poder no governo municipal. Para isso, a pesquisa será divida em duas partes: a primeira realizará um levantamento bibliográfico e jornalístico a fim de verificar como se deu o processo de descentralização da administração municipal desde o inicio das discussões em 1953 com as Administrações Regionais até os dias atuais . Esta parte visa também discorrer sobre as últimas gestões do governo municipal que ainda não foram estudadas por acadêmicos. A segunda parte da pesquisa consistirá de uma pesquisa de campo, na qual pretende-se entrevistar atores importantes do governo municipal para captar como está ocorrendo o processo de descentralização política e administrativa do município de São Paulo. Espera-se a partir da estrutura aqui exposta averiguar a capacidade e a governabilidade, entendida aqui como a capacidade do chefe do poder executivo de implementar sua agenda por meio de sua coalizão no poder legislativo, que a atual gestão do governo paulistano tem para efetivar a descentralização política e administrativa necessárias para uma gestão democrática do município, propiciando mecanismos concretos de participação popular, conforme consta na lei de criação das subprefeituras, citada acima. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)