Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de fibra, balanço hídrico e produção de urina de gatos alimentados com rações secas

Processo: 15/00783-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Beneficiário:Amanda Vitta
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição animal   Digestibilidade   Ingestão de líquidos   Balanço hídrico   Urolitíase   Coleta de urina   Gatos   Análise de variância
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Digestibilidade | fibras fermentáveis | ingestão de água | polpa de beterraba | urolitíase | Cães e Gatos

Resumo

A fibra vem sendo incluída em rações de cães para gatos por trazer benefícios como controle da saciedade, promoção da saúde intestinal e diminuição da densidade energética. Por outro lado, a adição de fibra aumenta o volume fecal e excreção de água pelas fezes. Levando em conta que gatos domésticos são animais com estímulo reduzido no mecanismo da sede e controlam o balanço hídrico corporal concentrando a urina sem aumentar a ingestão de água, propõe-se nesse projeto verificar a influência da inclusão de fibra em dietas secas extrusadas sob o balanço hídrico e a digestibilidade dos nutrientes para gatos. Serão utilizados 18 gatos adultos, divididos em três grupos de seis animais. As dietas utilizadas serão: PB0 - dieta controle, sem polpa de beterraba: PB8 - com 8% de polpa de beterraba; PB16 - com 16% de polpa de beterraba. A polpa de beterraba será acrescentada em substituição ao milho nas formulações. Para digestibilidade será adotado o método coleta total de fezes sem coleta de urina. Para o balanço hídrico serão registrados: a água consumida pela alimentação, água de bebida, água metabólica, excreção fecal de água, excreção urinária. A água metabólica será estimada multiplicando-se a quantidade de proteína digestível por 0,396, os carboidratos digestíveis consumidos por 0,566 e as gorduras digestíveis consumidas por 1,071. Os dados obtidos serão avaliados por análise de variância pelo procedimento MIXED do SAS, considerando P<0,05.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)