Busca avançada
Ano de início
Entree

Recursos lúdico-pedagógicos no atendimento especializado de estudantes com Síndrome de Down

Processo: 14/13745-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Elisa Tomoe Moriya Schlünzen
Beneficiário:Ana Mayra Samuel da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Educação especial   Síndrome de Down   Ensino e aprendizagem   Práticas pedagógicas   Arte lúdica   Métodos de ensino   Coleta de dados   Estudantes

Resumo

O presente projeto tem por objetivo verificar quais recursos lúdico-pedagógicos e estratégias de ensino podem ser usadas no desenvolvimento de atividades junto a Estudantes Público-Alvo da Educação Especial (EPAEE) diagnosticados com Síndrome de Down (SD), no Atendimento Educacional Especializado (AEE). O AEE é um serviço de apoio complementar e/ou suplementar à classe comum, desenvolvido em Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) que são ambientes dotados de equipamentos pedagógicos e tecnológicos, mobiliários e materiais didáticos. Quem atua nas SRM são professores especialistas em AEE que tem por intuito: identificar a necessidade dos estudantes e criar e articular um plano de ensino baseado no ensino comum, apropriando-se de recursos disponíveis na SRM. As SRM contêm diversos recursos que auxiliam o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes que a frequentam, a saber: computadores, materiais pedagógicos, jogos educativos, alfabetos móveis, softwares, entre outros recursos de Tecnologia Assistiva (TA). O Centro de Promoção para Inclusão, Digital, Escolar e Social (CPIDES) da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT/UNESP) de Presidente Prudente/SP possui uma SRM, voltada ao uso de estudantes de licenciatura que pretendem trabalhar com a Educação Especial. Nesse sentido, a partir da análise dos recursos lúdico-pedagógicos, como brinquedos educativos, materiais pedagógicos, jogos, brincadeiras e até mesmo alguns recursos de TA, disponíveis na SRM do CPIDES, a pesquisadora fará um planejamento de atividades utilizando os recursos lúdico-pedagógicos selecionados como estratégia de ensino e aprendizagem para o atendimento de uma estudante com SD. A coleta de dados será realizada por meio de um trabalho de campo empreendido no ambiente do CPIDES, e os recursos selecionados serão analisados de maneira a indicar as estratégias de utilização desses para a aprendizagem dos estudantes com SD.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)