Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do tratamento agudo e de curta duração com dexametasona: papel do sistema renina angiotensina e do sistema nervoso autônomo

Processo: 14/23050-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Sandra Lia do Amaral Cardoso
Beneficiário:Francine Duchatsch Ribeiro de Souza
Instituição Sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia   Pressão sanguínea   Glucocorticoides   Sistema renina-angiotensina   Sistema nervoso autônomo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:balanço autonômico | Glicocorticóides | pressão arterial | sistema renina angiotensina | Fisiologia

Resumo

A dexametasona (DEX) é um glicocorticoide sintético amplamente comercializado pela indústria farmacêutica em função do seu potente efeito anti-inflamatório e antialérgico. Contudo, quando administrada por um período crônico, possui diversos efeitos colaterais, tais como redução da massa corporal, atrofia muscular, hiperglicemia seguida de hiperinsulinemia, aumento da pressão arterial (PA) e outros. Dentre os mecanismos responsáveis pelo aumento de PA pode-se citar diminuição do óxido nítrico, aumento da atividade do sistema renina angiotensina (SRA), aumento da atividade nervosa simpática e aumento do estresse oxidativo. Tendo em vista que os períodos de tratamentos clínicos com DEX são curtos, faz-se importante investigar os possíveis mecanismos responsáveis pelo controle da pressão arterial após o tratamento agudo e de curta duração com a DEX. Assim, o objetivo deste presente trabalho será analisar os efeitos do tratamento de curta duração com DEX sobre o sistema renina-angiotensina e o balanço autonômico para o coração. Para isso serão utilizados 80 ratos, que serão divididos em quatros grupos: 1/ grupo controle, tratado com salina por um dia (C1, n=20); 2/ grupo DEX, tratado com dexametasona por um dia (D1, 1mg/kg, i.p. n=20); 3/ grupo controle tratado com salina durante cinco dias (C5, n=20) e 4/ grupo DEX tratado com dexametasona por 5 dias (D5, 1mg/kg, i.p., n=20). Os animais serão pesados durante todo o tratamento e ao final serão submetidos a uma cirurgia de cateterização da artéria carótida para aferição da pressão arterial (PA) e frequência cardíaca (FC). Após 24 horas, serão aferidas PA e FC de repouso e estes registros serão utilizados para caracterização da atividade simpática, parassimpática e balanço autonômico do coração por meio da técnica de análise espectral. O ventrículo esquerdo (VE) e o músculo tibial anterior (TA) serão removidos para quantificação da expressão gênica por PCR em tempo real (RT-PCR) e quantificação da produção proteica (Western Blotting) dos componentes do SRA. Os dados serão apresentados como média±erro padrão da média. Análise de variância de dois caminhos (ANOVA) será utilizada para comparar os grupos. Tuckey post-hoc será utilizado quando necessário (±<0,05). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DUCHATSCH, FRANCINE; CONSTANTINO, PAULA B.; HERRERA, NAIARA A.; FABRICIO, MAYARA F.; TARDELLI, LIDIELI P.; MARTUSCELLI, ALINE M.; DIONISIO, THIAGO J.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA L.. Short-term exposure to dexamethasone promotes autonomic imbalance to the heart before hypertension. JOURNAL OF THE AMERICAN SOCIETY OF HYPERTENSION, v. 12, n. 8, p. 605-613, . (14/23050-6, 15/03965-2, 12/19722-3, 14/23229-6)
CONSTANTINO, PAULA B.; DIONISIO, THIAGO J.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; DUARTE, JOSIANE O.; SANTOS, CARLOS F.; CRESTANI, CARLOS C.; AMARAL, SANDRA L.. Exercise attenuates dexamethasone-induced hypertension through an improvement of baroreflex activity independently of the renin-angiotensin system. Steroids, v. 128, p. 147-154, . (14/23050-6, 12/19722-3, 12/14376-0, 11/21522-0, 14/18177-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.