Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da permeação cutânea de bromelina usando experimentos de difusão in vitro

Processo: 14/26304-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Priscila Gava Mazzola
Beneficiário:Janaína Artem Ataide
Supervisor no Exterior: Xiaochen Gu
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Manitoba, Canadá  
Vinculado à bolsa:11/23076-7 - Extração de bromelina a partir de resíduos de abacaxi (Ananas comosus) por precipitação em etanol e avaliação de sua aplicação em hidrogel polimérico, BP.IC
Assunto(s):Bromelaínas   Abacaxi   Hidrogéis   Portadores de fármacos

Resumo

Bromelina é um conjunto de enzimas proteolíticas encontrado em vários tecidos, como casca, talo, fruto e folhas, do abacaxi (Ananas comosus), e de demais espécies da família Bromeliaceae. Devido as suas propriedades fibrinolítica, anti-inflamatória e cicatrizante, é utilizada em tratamento de doenças relacionadas à coagulação sanguínea, angina, indigestão e problemas respiratórios. Hidrogéis são redes tridimensionais, capazes de reter moléculas menores, como proteínas e fármacos, em sua estrutura. Os hidrogéis exibem muitas propriedades funcionais que têm sido propostas para aplicações biomédicas e farmacêuticas. Entre essas aplicações, o hidrogel como sistema carreador de medicamentos (drug delivery) é objeto de maior interesse nas pesquisas científicas. Tem sido demonstrado que os hidrogéis são excelentes candidatos para encapsulação de biomoléculas, como peptídeos e proteínas, podendo fornecer um sistema de liberação controlada e sustentável para medicamentos. A nanocelulose bacteriana, assim como os hidrogéis, apresenta propriedades que tornam seu uso nas áreas de biomedicina e farmácia bastante interessante. Devido a seu processo de produção, a celulose bacteriana pode ser considerada um material biocompatível. Sua estrutura nanofibrilar a torna uma matriz ideal para ser utilizada em dispositivos médicos, seja como auxiliar na cura de lesões dérmicas ou na engenharia de tecidos, auxiliando a regeneração celular. A incorporação de bioprodutos com propriedades biológicas nos hidrogéis e nas membranas de celulose bacteriana tem uma extensa aplicabilidade no campo biotecnológico, em especial, na microbiologia, médico-farmacêutico (através da recuperação de lesões cutâneas), químico, cosmético, alimentar, dentre outros. Portanto, estudos que objetivam aplicar a bromelina em hidrogéis e membranas de nanocelulose são altamente promissores do ponto de vista científico e tecnológico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ATAIDE, JANAINA ARTEM; CEFALI, LETICIA CARAMORI; REBELO, MARCIA DE ARAUJO; SPIR, LIVIA GENOVEZ; TAMBOURGI, ELIAS BASILE; JOZALA, ANGELA FAUSTINO; CHAUD, MARCO VINICIUS; SILVEIRA, EDGAR; GU, XIAOCHEN; MAZZOLA, PRISCILA GAVA. Bromelain Loading and Release from a Hydrogel Formulated Using Alginate and Arabic Gum. Planta Medica, v. 83, n. 10, p. 870-876, . (14/26304-9, 11/23076-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.