Busca avançada
Ano de início
Entree

"por que os homens se casam com as poderosas": ethos e estereótipos no discurso de autoajuda para mulheres

Processo: 14/21825-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Anna Flora Brunelli
Beneficiário:Anna Flora Brunelli
Anfitrião: Jeffrey W Sherman
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Assunto(s):Análise do discurso   Ethos   Mulheres

Resumo

Neste trabalho, com base no aparato teórico-metodológico da Análise do Discurso francesa, pretendemos investigar o ethos do discurso de autoajuda para mulheres. Em linhas gerais, o ethos diz respeito à imagem que o sujeito enunciador de um determinado discurso projeta de si em seu próprio discurso. Com o ethos, o co-enunciador tem condições de formar, por meio de índices de várias ordens da superfície discursiva, uma representação do sujeito enunciador que, por sua vez, desempenha o papel de um "fiador". O ethos está diretamente articulado à cena de enunciação, integrando a cenografia, isto é, o lugar onde o fiador do discurso está inserido, assumindo um certo modo de enunciação, o que significa que o ethos é constitutivo da cena de enunciação e não apenas uma estratégia persuasiva. Como o fiador, que é o encarregado pela responsabilidade do discurso, diz respeito a estereótipos que enunciação contribui para reforçar e/ou transformar, o segundo foco deste trabalho são, justamente, os estereótipos presentes no discurso de autoajuda para mulheres. Os estereótipos, por sua vez, dizem respeito a imagens cristalizadas relativas a grupos sociais a partir das quais não só podemos compreender o real, como também categorizá-lo e agir sobre ele, daí a importância de refletirmos sobre o papel dessas representações no funcionamento dos discursos, o que pretendemos fazer a partir dos estudos desenvolvidos sobre os estereótipos no âmbito da Psicologia Social. Assim, neste trabalho, investigando o ethos do discurso de autoajuda para mulheres, pretendemos verificar quais são os estereótipos, especialmente os de mulheres, que esse discurso contribui para a manter e/ou transformar. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)