Busca avançada
Ano de início
Entree

O tema do trabalho em rede na política nacional de atendimento à criança e ao adolescente e na assistência social: uma análise dialética

Processo: 14/16435-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Sílvio José Benelli
Beneficiário:Ana Claudia Fagundes Miguel de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/02582-5 - Possibilidades e limites da política social brasileira e portuguesa sobre a temática da modalidade de trabalho social em redes, BE.EP.IC
Assunto(s):Políticas públicas   Assistência social   Redes sociais (grupos sociais)   Dialética   Materialismo histórico   Análise crítica do discurso

Resumo

O tema da "rede social", do "trabalho em rede", da "rede socioassistencial", do "trabalho articulado" é extremamente atual nos discursos oficiais das políticas públicas para a infância e a adolescência e também no âmbito da Assistência Social. Qual seria o significado desse discurso que permeia tão intensamente as políticas públicas sociais na atualidade? A partir do referencial teórico do materialismo histórico, visamos realizar uma análise crítica e contextualizada de documentos e de bibliografia, impressos e/ou disponíveis na Internet sobre o tema do trabalho em rede nos textos oficiais da Política Nacional de Atendimento à Criança e ao Adolescente e nos da Assistência Social. Além disso, pretendemos problematizar a crescente implementação do discurso sobre a temática da "rede" nas entidades que integram o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente realizada na Assistência Social e os aspectos envolvidos nessa nova proposta de gestão para estabelecimentos assistenciais públicos e privados. De onde vem essa ideia de que o trabalho social deve se articular em forma de rede para ser eficaz? Como é que a ideia de rede surgiu nos documentos oficiais que dispõem sobre as políticas públicas para crianças e adolescentes na Assistência Social? O que representaria o discurso sobre redes e quanto ao trabalho em rede nessas políticas sociais? É ao redor de tais questões que pretendemos desenvolver essa pesquisa de iniciação científica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)