Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de mutante da enzima arginase recombinante de Leishmania (Leishmania) amazonensis para estudo de cristalização

Processo: 14/10521-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Edson Roberto da Silva
Beneficiário:Caroline Comanini Augusto
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   Mutação   Inibidores enzimáticos   Arginase   Tripanotiona   Cristalização   Cristalografia

Resumo

A enzima arginase em Leishmania desempenha papel fundamental na síntese de poliaminas. A arginase converte L-arginina em L-ornitina e uréia. A L-ornitina gera putrescina após sofrer descarboxilação pela enzima ornitina descarboxilase (ODC). A putrescina é utilizada como substrato na síntese de poliaminas como espermidina e espermina. A espermidina é substrato da enzima tripanotiona sintetase que condensa este composto com glutationa gerando a tripanotiona. A tripanotiona é utilizada pela enzima tripanotiona redutase na redução de ROS (reactive oxygen species) produzida na mitocôndria do parasita e pelos macrófagos do hospedeiro. A tripanotiona também é utilizada na neutralização de radicais livres nitrogenados como o NO (óxido nítrico). Descrevemos recentemente a inibição da arginase de Leishmania (Leishmania) amazonensis por compostos naturais como flavonoides, flavanoides e antocianidinas. Estes compostos bloqueiam a arginase por diversos tipos de mecanismo inibição: competitiva, incompetitiva, não-competitiva e mista. A visualização da interação destas moléculas através de estudos de cristalografia poderá fornecer dados para o planejamento racional de inibidores seletivos da arginase a partir de um protótipo natural. Para isto propomos neste projeto a construção de mutantes da enzima arginase de L. (L.) amazonensis com o objetivo de estabilizar a enzima para estudos de cristalização com os inibidores naturais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)