Busca avançada
Ano de início
Entree

Mudança estrutural em georgiano: volição, saliência e classes marginais

Processo: 14/03296-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Paulo Chagas de Souza
Beneficiário:Priscila Lima Pirini
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Morfossintaxe   Linguística cognitiva   Estilo georgiano

Resumo

Diferentes agrupamentos de verbos ou classes verbais marginais como aqui chamaremos representam em georgiano um número restrito de verbos que apresentam peculiaridades estruturais que se desviam, de um modo ou de outro, do padrão dominante representado por classes maiores de verbos nas quais acabam por ser inseridas, estando no limiar, diacrônica e sincronicamente, entre construções morfossintáticas maiores. Argumenta-se que, assim como em relação às classes verbais maiores e mais produtivas, esses grupos menores de verbos também revelam tendências bastante específicas presentes na língua, destacando-se por apresentar diferentes mapeamentos e relações em sua estrutura. Em vista disso, com base no movimento teórico conhecido pelo amplo termo Linguística Cognitiva, pretende-se compreender e explicar - fornecendo as necessárias relações entre construções que apontam para essas tendências menos e mais produtivas e prototípicas - de que forma mudanças formais vistas nesses grupos de verbos em particular - como mudanças argumentais, aumento ou apagamento de argumentos, mudança na marcação de caso de argumentos etc., - estruturam e espelham maneiras e processos distintos de significação, e qual seria, consequentemente, a natureza dessas diferentes significações. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PIRINI, Priscila Lima. Construções marginais em georgiano: uma análise sob a perspectiva da linguística cognitiva. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.